RedeGN - Imprimir Matéria

DEM representa contra Ideli Salvati no Conselho de Ética

09 de Aug / 2010 às 13h30 | Política

O presidente nacional do DEM, Rodrigo Maia, anunciou ontem (8) que o partido vai encaminhar uma representação contra a senadora Ideli Salvati (PT-SC) no Conselho de Ética para apurar as denúncias veiculadas na edição esta semana da revista “Veja”. Em entrevista à revista, o advogado Gerardo Xavier Santiago disse que o gabinete da presidência da Previ (maior fundo do Brasil) foi utilizado como centro de montagem de dossiês para constranger e intimidar adversários do governo, entre os quais o ex-governador e candidato do PSDB à presidência, José Serra, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), o deputado federal ACM Neto e até mesmo a modelo Marina Mantega, filha de Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda. 

“Vamos tomar medidas judiciais, policiais e congressuais para investigar mais essa imoralidade patrocinada pelo PT”, disse Rodrigo Maia. O presidente do DEM afirmou, ainda, que as denúncias feitas pelo advogado Gerardo Santiago à revista revelam a irresponsabilidade da senadora Ideli Salvati. “Para agradar aos seus chefes, a senadora petista patrocina a formação de dossiês falsos e forjados contra adversários, uma conduta típica das pessoas covardes e sem caráter.” 

O deputado ACM Neto disse que a reportagem revela que o PT usa a “bisbilhotagem e a arapongagem” para perseguir a oposição. “Alguns dos principais nomes do PT estão envolvidos nesta vergonha e, mais uma vez, caiu a máscara do partido”, disse. De acordo com ACM Neto, o DEM vai trabalhar para que o advogado Geraldo Xavier Santiago seja ouvido na Câmara, no Senado ou em ambas as Casas. “Certamente o advogado, que conviveu muitos anos com os petistas especializados em inventar dossiês, tem muito mais para contar”.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.