RedeGN - Imprimir Matéria

Audiência Pública esclarece aspectos sobre projeto do Anel Viário

17 de May / 2010 às 20h40 | Política

Atendendo requerimento da Câmara de Vereadores de Juazeiro, o assessor de Obras e Projetos Estruturantes Flávio Luiz Ribeiro e o engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) Nivaldo Mendonça, participaram de uma audiência pública na manhã desta segunda-feira (17) no auditório da Câmara, quando responderam questionamentos e explicaram os aspectos técnicos do projeto do Anel Viário. Além dos vereadores do município, estiveram presentes no encontro os deputados estaduais Misael Neto e Pedro Alcântara, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da promotoria pública, da Polícia Militar e da sociedade civil. 

O representante do DNIT Nivaldo Mendonça explicou que o projeto, já aprovado pelo órgão e executado pela Strata Engenharia, é o resultado de dois anos de análises e levantamentos. “Desde 2008, o DNIT está empenhado em desenvolver um projeto para melhorar o tráfego da cidade de Juazeiro e após estudos, levantamentos e análises foi detectado que diariamente circulam pela BR 407 cerca de 30 mil veículos enquanto na via que atende a cidade circulam apenas 13 mil veículos diariamente. Dessa forma, foi definido que uma solução de engenharia possível é separar a via de longa distância, da via que atende a cidade e isso vai acontecer com a construção dos cinco viadutos que constam no projeto”, informou Mendonça.      

De acordo com o projeto desenvolvido pela Strata Engenharia, a BR 407 vai ser duplicada desde a saída da Ponte Presidente Dutra até as proximidades do Distrito Industrial em um total de pouco mais de 9 km. “O primeiro viaduto terá 200 metros e vai servir de intercomunicação visual para a cidade e os outros quatro serão distribuídos ao longo do percurso e vão atender as necessidades pontuais para melhoria do tráfego na BR. A obra vai contar com quatro faixas de trânsito e também acostamento”, completou o representante do DNIT.

O assessor de Obras e Projetos Estruturantes Flávio Luiz Ribeiro, disse que o município cooperou tecnicamente com o desenvolvimento do projeto executado pela Strata. “A Prefeitura realizou mais de 80 sondagens de solo o que ajudou a empresa a definir o tipo de pavimentação que deverá ser implantada, bem como sobre a estrutura adequada para a implantação dos viadutos, entre outras coisas. Essa obra está incluída no PAC 1 e mais de 26 milhões já estão alocados no Ministério dos Transportes para a primeira etapa da obra que vai totalizar cerca de R$ 100 milhões.”, esclareceu o assessor.

Flávio Luiz Ribeiro informou ainda que o projeto está sendo finalizado e o setor jurídico do DNIT em breve vai iniciar o desenvolvimento do processo licitatório. “O município de Juazeiro vai agilizar a liberação da licença ambiental através da Secretaria de Agricultura (Seadruma) e a expectativa é que no final deste ano mais 30 milhões sejam alocados no orçamento da União. Antes da finalização, o projeto foi apresentado à comunidade na Conferência de Políticas Públicas no ano passado quando foi discutida a concepção do projeto,” acrescentou.

Entre as solicitações dos presentes no encontro estava a reavaliação do projeto e incorporação de sugestões da população. O engenheiro do DNIT Nivaldo Mendonça, informou que a interrupção no andamento do processo de desenvolvimento e execução do projeto, já aprovado pelo Governo Federal, poderia inviabilizar a obra e retardar por mais alguns anos a construção do anel viário de Juazeiro.

Michele Gomes - Ascom PMJ

© Copyright RedeGN. 2009 - 2020. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.