RedeGN - Imprimir Matéria

Ministério da Saúde passa a ofertar vacina contra catapora

06 de Sep / 2013 às 13h30 | Política

A partir deste mês, o Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de Imunização, passa a ofertar a vacina varicela (catapora) em toda a rede pública de saúde para crianças de 15 meses de idade que já tenham recebido a primeira dose da tríplice viral. A vacina será incluída na tetra viral, que também protegerá contra sarampo, caxumba e rubéola e vai compor o Calendário Nacional de Vacinação. As informações foram divulgadas no site do órgão.

A deputada estadual Graça Pimenta (PR), vice-presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa (AL) e profissional de saúde, destaca a importância da ação do Ministério da Saúde. “A inclusão da vacina contra a catapora no Calendário Nacional de Vacinação e a oferta da mesma pelo SUS já se fazia necessária há um tempo, visto que dados apontam que quase nove mil pessoas são internadas por ano por conta da doença no país e mais de 100 morrem. Mas, a partir de agora, em uma só vacina, as crianças serão imunizadas contra quatro doenças. Lembrando que é preciso que os pais atentem para a caderneta de vacinação de seus filhos para mantê-la em dia”, declara a parlamentar.

Graça Pimenta alerta ainda que é preciso que os pais procurem se informar na unidade de saúde mais próxima sobre a disponibilidade da vacina, visto que alguns municípios ainda estão se adequando à nova vacina. Com a tetra viral, o SUS passa a ofertar 25 vacinas, das quais 13 já são disponibilizadas no Calendário Nacional Vacinação. Vale ressaltar que a vacina em questão será disponibilizada nas unidades de saúde em substituição à segunda dose da tríplice viral.

Catapora (ou varicela) é uma doença infecciosa e altamente contagiosa causada pelo vírus Varicela-Zóster. Uma vez adquirido o vírus, a pessoa fica imune por toda a vida, mas ele permanecerá no organismo e poderá provocar uma doença conhecida como herpes-zóster ou cobreiro no futuro. Os primeiros sintomas são febre entre 37,5° e 39,5°, mal-estar, inapetência, dor de cabeça e cansaço. Em cerca de dois dias surgem lesões de pele caracterizadas por manchas avermelhadas que são substituídas por pequenas bolhas ou vesículas cheias de líquido, sobre as quais, posteriormente, se formarão crostas que provocam coceira. A transmissão do vírus da catapora ocorre por contato direto através da saliva ou secreções respiratórias da pessoa infectada ou por contato com o líquido do interior das vesículas.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.