RedeGN - Imprimir Matéria

Produtores da Bahia participam de visita técnica em Pernambuco

18 de Sep / 2012 às 09h00 | Variadas

Um grupo formado por seis técnicos e cinco agricultores do Perímetro Irrigado Glória, localizado no município de mesmo nome, no norte da Bahia, participaram de uma visita técnica à empresa Oficina Pollo Irrigação e Fundição, sediada na cidade pernambucana de Petrolina. Entre os objetivos da visita estavam o de possibilitar aos participantes um momento de reflexão e troca de experiências em torno da função de irrigante e das responsabilidades pelo uso racional da água, além de repassar um conhecimento mais detalhado do funcionamento do sistema de irrigação por aspersão, que é utilizado no perímetro.

A empresa Pollo detém a tecnologia de montagem e reciclagem de aspersores, e realiza frequentemente capacitações com agricultores interessados em adquirir esse conhecimento. Trabalho semelhante já foi realizado no Perímetro Irrigado Fulgêncio, localizado no município de Santa Maria da Boa Vista, em Pernambuco. Segundo um dos integrantes do grupo, o agricultor Gutemberg Dantas Lima, a visita foi bastante positiva: “Estou muito satisfeito, porque nos 20 anos que vivo no perímetro, pela primeira vez eu vi e aprendi como consertar um aspersor. Eu ainda não tinha visto a montagem de um”. A iniciativa do encontro entre os agricultores e o fabricante de equipamentos para irrigação foi dos profissionais que atuam junto ao escritório de apoio da Codevasf na cidade de Paulo Afonso (BA), e prestam serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) no perímetro Glória.

Gestão pública

O Perímetro Irrigado Glória, juntamente com o Perímetro Irrigado Rodelas, faz parte do Sistema Itaparica, formado por nove perímetros irrigados, implantados pela Chesf na região do Submédio São Francisco, em razão da construção da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga (Usina de Itaparica), em Petrolândia, Pernambuco. Segundo Teresa Pimentel, assistente social que atua no Perímetro Glória, “a Chesf está repassando a gestão desses empreendimentos agrícolas para a Codevasf. Inicialmente foram selecionados dois perímetros para esta experiência piloto: Glória, na Bahia, e Brígida, em Pernambuco. Para tanto, foi constituído um grupo chamado Comitê Gestor Local em cada um deles, para acompanhar este processo. Fazem parte do comitê representantes dos agricultores , do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, das empresas prestadoras de serviços e da Codevasf. A intenção maior é preparar os irrigantes, através de uma organização legítima – que será o Distrito de Irrigação, para que possam fazer a gestão do empreendimento, juntamente com a Codevasf”, afirma Teresa.

Ela ainda acrescenta que “está em fase de discussão em que bases essa transferência se dará. O principal ponto de partida neste momento é a organização dos agricultores, e também a otimização do sistema de irrigação, com correção de vazamentos e balanceamento da pressão e vazão da água nos lotes irrigados”. Teresa Pimentel conclui afirmando que “para tanto, é preciso motivá-los e transferir conhecimentos e novas tecnologias para que eles, os agricultores, possam assumir a gestão do perímetro sem prejuízos”.

Assessoria Regional de Comunicação e Promoção Institucional Codevasf - 6 SR

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.