RedeGN - Imprimir Matéria

ARTIGO - A SERPENTE ESTÁ SOLTA

29 de Jun / 2012 às 07h30 | Espaço do Leitor

Durante a audiência da Ilha do Fogo um dos oradores falou que o último fio de cabelo (de Nossa Senhora ) que prendia a Serpente da Ilha foi rompido e a mesma estava solta. Toda lenda tem sua associação com a realidade e a serpente apresenta-se como a decisão judicial provocada pela União, que transmitiu a posse da ilha para o Exército.

Tem aquele ditado que diz: você está criando cobra prá lhe morder. Seguindo a lenda, vê-se que Juazeiro e Petrolina não criaram a cobra, fizeram pior, aprisionaram o réptil, condenaram-no ao isolamento e à fome e agora este se rebela e ameaça a todos.

Juazeiro e Petrolina descuidaram do patrimônio, marginalizaram sua beleza paradisíaca, tripudiaram de sua importância  para o turismo, para a cultura, para os desportos, lazer e como tema de preservação ambiental.

A cobra está mordendo e foi preciso que a Justiça Federal neste momento recorresse à expertise do Exército em selva a fim de aplacar a ira da fera há muito maltratada. A rebeldia ameaçadora da serpente é um mal necessário para que as duas “dandocas” do São Francisco percebam que estão inseridas num único contexto e uma não pode dar as costas à outra, isolando-se mutuamente e insistindo em ignorar que são uma Região Integrada. VIVA A SERPENTE!

Jaime Badeca Filho, advogado e ensaísta político-literário.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.