RedeGN - Imprimir Matéria

“Nós vivemos numa região onde há uso abusivo de agrotóxico", diz produtor rural

04 de Jul / 2022 às 21h00 | Variadas

Verduras, legumes, frutas, doces, salgados e cosméticos, além de muito forró, apresentação de quadrilha junina e animação fizeram parte da inauguração da Feira Agroecológica e Orgânica no final do mês de junho ao lado do Armazém da Caatinga, na Vila Bossa Nova, Orla II em Juazeiro-BA.  A Feira visa à comercialização da produção de agricultores e agricultoras da zona rural e urbana de Juazeiro, gerando renda a essas famílias, ao mesmo tempo em que, proporciona à população acesso aos alimentos limpos, produzidos sem a utilização de agrotóxicos.

A Feira irá fortalecer a base produtiva da agricultura familiar, pois esse modelo de comercialização se aproxima dos agricultores/as familiares que ainda não dispõe de estrutura para beneficiamento de seus produtos, como explica o coordenador institucional do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa), Clérison Belém.

“A maior parte dos agricultores/as familiares não tem estrutura para colocar o produto com rótulo, com embalagem e a maior parte produz alimentos que são consumidos no dia a dia. Quem põe alimento de verdade na mesa do cidadão é a agricultura familiar, então esse espaço da feira é muito estratégico”, pontua.

Além disso, o espaço vai disseminar a importância do consumo de alimentos saudáveis, no lugar dos produtos ricos em veneno que prejudicam a saúde das pessoas. Como destaca Ismar Matos, produtor orgânico no Vale do Salitre e integrante da Associação de Produtores e Produtoras Orgânicos do Vale do São Francisco (Aprovasf), “A feira é a possibilidade de oferecer produtos limpos de contaminantes químicos e a oportunidade de quem quiser ter um alimento saudável, ter onde comprar”.

 “Nós vivemos numa região onde há uso abusivo de agrotóxico (...) Eu penso muito nessa questão, ideológica, da gente fazer um contraponto à produção da nossa região. A gente é um ponto fora da curva, assim, vejo a feira como uma grande vantagem”.

Também ciente da importância do consumo de alimentos saudáveis, Ernandes dos Santos, fez questão de visitar a Feira e comprar diferentes produtos. “Eu já faço uso há muitos anos, então sempre que tem uma área que valorize o natural, sem aquisição de veneno, e a agricultura familiar em si, vai chamar a minha atenção e eu vou estar lá, fazendo bem para a minha saúde e da minha família, e prestigiando os agricultores e agricultoras”.

A feira, que passa a fazer parte do calendário semanal da cidade, realizada toda quinta, sexta e sábados foi pensada como espaço para garantir comida de verdade, comida limpa a toda a população, como conta a presidente da Cooperativa Agropecuária Familiar Orgânica do Semiárido (Coopervida), Gizeli Maria, “A gente pensou em colocar essa Feira Agroecológica e Orgânica aqui na sede do município toda semana, como ponta pé para se estender, principalmente para as periferias do município (...) para que ele (o alimento) chegue à mesa da população com preço justo, é necessário”. A feira de orgânicos que acontecia ao lado da Casa do Artesão passou a integrar a Feira Agroecológica e Orgânica.

A agricultora Maria de Lourdes Januário, que trabalha na horta comunitária do bairro João Paulo II, em Juazeiro está muito feliz com o novo espaço de comercialização dos produtos agroecológicos e orgânicos e conta por que participar da Feira é importante para ela “É meu meio de sobrevivência, trabalho na horta e sobrevivo dela. Então, é muito bom ter essa feira, porque é um acesso direto do produtor para o consumidor, não tem o atravessador no meio”. Dessa forma, a feira possibilita uma comercialização justa para agricultores/as e consumidores/as.

A Feira Agroecológica e Orgânica é uma iniciativa da Coopervida com apoio da Central da Caatinga, do Irpaa e da Prefeitura de Juazeiro. A viabilização da estrutura física foi  executada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada ao Governo do Estado da Bahia, com financiamento do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Horário de funcionamento da Feira Agroecológica e Orgânica

- Quinta-feira (apenas produtos orgânicos)
16h às 20h

- Sexta-feira (produtos orgânicos e agroecológicos)
16h às 20h

- Sábado (produtos orgânicos e agroecológicos)
7h às 12h

Texto e Foto: Eixo Educação e Comunicação

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.