RedeGN - Imprimir Matéria

Testes Covid-19: Segunda-feira (4) de julho tem início com longa fila na frente do Laboratório Central de Saúde Pública-Lacen em Juazeiro

04 de Jul / 2022 às 09h00 | Coronavírus

Leitores da REDEGN enviam videos mostrando longa fila no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). As pessoas buscam realizar testes para Covid-19. Segundo o leitor a "situação nesta segunda-feira, 4, continua crítica e solicita empenho das autoridades públicas para solucionar os problemas." 

Ouvidos pela REDEGN, via redes sociais, várias pessoas se queixaram da falta de estrutura do Lacen.

Desde o final do mês passado. Os casos de covid-19 vêm aumentando em Juazeiro, um reflexo não somente do relaxamento das medidas de proteção, mas principalmente das festas juninas que foram realizadas desde o final de maio no município. 

Nesta segunda-feira mais uma vez as longas filas têm se formado, fato que ocorre todos os dias, na porta do Lacen, que fica situado na rua Marechal Deodoro da Fonseca, no Centro, fato que gera um outro agravante: a exposição de moradores.

Semana passada o pastor Luciano Oliveira, leitor da RedeGN, enviou um vídeo à redação que mostra a longa fila para testagem registrada na tarde desta quinta-feira. Como se não bastasse, ele chama atenção ainda das autoridades de saúde para o risco de contaminação que os moradores da referida rua, bem como trabalhadores, estão expostos, visto a grande quantidade de pessoas que têm procurado a unidade e testado positivo para a doença.

"São filas absurdas que estão tomando mais da metada da rua, com as pessoas em pé, diante das casas. Não tem condições do Lacen permanecer numa rua cercada de residências em Juazeiro. O pessoal não tem como ficar lá dentro, porque o espaço é pequeno, então ficam no meio da rua, no sol quente. Isso aqui virou uma bomba de covid. Há um risco de contaminação das pessoas que trabalham aqui [na rua]. Ninguém suporta mais esse laboratório aqui. São pessoas tossindo, espirrando, tocando nas paredes, nos carros. Está um descaso", disse o pastor Luciano.

O morador também afirmou que os moradores estão tendo que fechar as portas de suas residências, enquanto que os trabalhadores estão tendo que também baixar as portas de seus estabelecimentos, para tentar amenizar os riscos. "Tentem resolver esse problema, de alguma forma, Mudem o Lacen de lugar. É preciso um local adequado para atender toda essa gente", sugeriu o leitor.

Em Juazeiro, o Centro de Cultura João Gilberto também era um ponto de testagem para a covid-19, mas foi fechado pela Secretaria Municipal de Saúde, meses atrás, em virtude da baixa procura. 

A RedeGN procurou a Secretaria de Saúde de Juazeiro, que em nota disse que "já está estudando medidas de ampliação da testagem no município, diante do atual cenário epidemiológico, para melhor atender a população e evitar aglomerações no Lacen". A pasta também reiterou que "assim que as novas medidas forem montadas, a Sesau irá informar a população".

Em relação à mudança da sede do Lacen, a Sesau disse que " também já está em busca um imóvel mais amplo para atender o laboratório".     

TESTAGEM FARMÁCIAS: Quem tem procurado os meios particulares, também tem enfrentado dificuldades. A RedeGN recebeu a informação que algumas farmácias de Juazeiro estão com testes para a doença em falta, o que realmente é verídico.

Em algumas unidades onde o contato foi possível, a informação é que a testagem está temporariamente suspensa pela falta dos equipamentos, já que houve uma alta procura nos últimos dias. Em outras que ainda possuem o teste para a covid-19.

Já em alguns laboratórios, entretanto, o movimento tem sido mais tranquilo, e é possível realizar o teste sem agendamento.
 

Redação redeGN Foto Reprodução

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.