RedeGN - Imprimir Matéria

Brasil tenta conquistar a Copa do Mundo após 20 anos

27 de Jun / 2022 às 12h00 | Variadas

No dia 30 de junho de 2002, o Brasil venceu a Alemanha por 2 a 0 e conquistou a sua quinta Copa do Mundo. À época, com Ronaldo, Rivaldo, Roberto, Carlos, Cafu e os jovens Ronaldinho e Kaká, a impressão era de que a seleção dominaria as edições seguintes do Mundial. Os anos se passaram e isso não aconteceu – ao contrário, o país tornou-se uma força secundária no futebol, tendo sido eliminado nas quartas de final em três edições e caindo na semifinal em outra, após uma humilhante goleada por 7 a 1. A pergunta que os torcedores se fazem é se, em 2022, o Brasil será capaz de brigar pelo título novamente. Quem gosta de entretenimento esportivo pode aproveitar o Betclic código promocional para fazer suas apostas.

Em 2006, o Brasil chegou à Copa do Mundo como favorito; era a seleção do “quadrado mágico”, com Kaká, Ronaldinho, Ronaldo e Adriano. No entanto, a equipe ficou aquém da expectativa e caiu nas quartas de final para a França. Os europeus tinham um excelente time – Zidane, Henry, Ribery e companhia – e a derrota em si não foi o problema. A questão é que, naquela competição, o Brasil jamais apresentou o futebol que se esperava.

O Mundial de 2006, inclusive, foi o último de Ronaldinho e Adriano, que, àquela altura, tinham apenas 26 e 24 anos, respectivamente. Ambos poderiam ter disputado outras duas Copas do Mundo, mas o “Bruxo” deixou, gradativamente, de levar o futebol a sério, enquanto Adriano, com problemas extracampo, nunca mais teve o mesmo rendimento que o levou a ser conhecido como “Imperador”.

Já Kaká chegou a disputar o Mundial de 2010, aos 28 anos, mas esse foi o seu último. Diversas lesões fizeram com que o meia não conseguisse prolongar sua carreira em alto nível. Assim, a geração que poderia ter conquistado muitas glórias se desfez antes da hora e, desde então, o Brasil não conseguiu uma reposição à altura.

Isso parece estar mudando agora – os novos talentos que surgiram, no país, são promissores e vêm provando seu valor na Europa. Vinícius Jr, muito questionado, foi o autor do gol do título do Real Madrid na Champions League. Além dele, Rodrygo, Antony, Gabriel Martinelli e Bruno Guimarães estão tendo atuações de destaque em seus clubes e, com o amadurecimento, podem se tornar jogadores do primeiro escalão.

A missão da seleção brasileira, no Catar, começa no dia 24 de novembro. Talvez ainda seja muito cedo para essa geração mostrar o seu valor, mas a mescla dela com jogadores experientes, como Thiago Silva, Alisson, Casemiro e Neymar, pode render bons frutos. Não se pode afirmar que, após 20 anos, o Brasil ganhará uma Copa do Mundo – mas a seleção, certamente, tem condições de brigar pelo título.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.