RedeGN - Imprimir Matéria

Ex-Ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, ressalta que o ato de soltura das Ararinhas Azuis representa um planejamento repleto de muitos sonhos e esperanças

11 de Jun / 2022 às 09h00 | Variadas

Neste sábado, 11 de junho de 2022 é o dia que o primeiro grupo das Ararinhas Azuis vai voltar a voar no céu dos sertões de Curaçá, Bahia. A soltura das Ararinhas é um momento de grande expectativa para a região Norte da Bahia, Vale do São Francisco e Nordeste, Brasil, em especial, devido o enorme sentimento de riqueza ambiental que representa o retorno da Ararinha Azul ao céu do sertões.

O juazeirens, fundador do Partido Verde no município,  ex-ministro do Meio Ambiente Edson Duarte, faz parte desta história em defesa da ecologia e da reintrodução da Ararinha Azul aos céus dos sertões.

Na década de 80 colaborou com a fundação do Gema – Grupo de Estudos do Meio Ambiente, na antiga Escola Agrotécnica, hoje CETEP-Centro Territorial de Educação Profissional do Sertão do São Francisco e também participou dos debates do maior evento ecológico mundial, ECO-92.

Em 2018, visivelmente emocionado, durante evento na Alemanha, na época Ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte contou que nasceu no único lugar do mundo onde viveu a ararinha-azul e que, na juventude, fez uma opção em defesa da Caatinga.  Depois de ter convivido com o tema quando ainda era um jovem ambientalista, coube, a Edson Duarte, ena condição de ministro,  as primeiras tratativas e assinatura do acordo que hoje se tornou uma vitória, as aves voltar a voar nos ceús dos sertões.

"Quando comecei a trabalhar com a ararinha só havia um único exemplar na natureza e um dia ela sumiu. O que eu nunca imaginaria era que eu viraria ministro do Meio Ambiente para vir a Berlim assinar um acordo e fazer com que ela volte a tornar o céu azul do sertão do Brasil, mais azul", disse.

Agora em 2022, Edson Duarte, ressalta que o ato de soltura das Ararinhas Azuis representa um planejamento muito bem feito carregado de muitos sonhos e esperanças. Possui um simbolismo muito forte para todos aqueles que trabalham com a questão ambiental, equilibrio do planeta, qualidade de vida. 

"Este Projeto da Ararinha Azul é um dos mais ousados programas de recuperação e reintrodução de uma especie em todo o mundo. Por isto existe muita expectativa em todo o mundo para essa soltura", disse Edson Duarte ressaltando a felicidade de ter contribuído com este trabalho.

De acordo com Edson Duarte, o próximo passo também já foi dado, o Sebrae de Juazeiro tem um Plano de Desenvolvimento Rural com o objetivo de captar recursos e parceiras e ações locais para fortalecer a condição de vida das pessoas que vivem nas redondezas.

“É uma espécie de missão cumprida, de alegria pessoal, já que vivi todas as etapas desse processo, acompanhando ainda bem jovem os últimos voos da ararinha que vivia em Curaçá, e testemunhando o nascimento das novas aves, que agora representa o renascimento da espécie que já era dada como extinta”, finalizou emocionado.

Redação redeGN Texto Ney Vital Foto arquivo

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.