RedeGN - Imprimir Matéria

Espaço do Leitor: João Gilberto, infinitamente gênio

10 de Jun / 2022 às 11h05 | Espaço do Leitor

O genial João Gilberto do Prado Pereira de Oliveira, o juazeirense que revolucionou a música brasileira ao criar uma nova batida de violão para tocar samba, inventando assim a Bossa Nova, hoje estaria completando 91 anos de idade.

Joaozinho de D. Patú, era vizinho e amigo de meu pai Vadinho (1928). Ambos nasceram aqui nesta Praça da Bandeira, onde moro.

E para falar com propriedade quem foi João e o que ele representa, transcrevo as palavras do cantor e compositor Caetano Veloso, por ocasião da morte do gênio juazeirense em 2019.

"João Gilberto foi o maior artista com que minha alma entrou em contato. Antes de completar 18 anos, aprendi com ele tudo sobre o que eu já conhecia e como conhecer tudo o que estivesse por surgir. Com sua voz e seu violão, ele refez a função da fala e a história do instrumento. Pôs em perspectiva todos os livros que eu já tinha lido, todos os poemas, todos os quadros, todos os filmes que eu já tinha visto. Não apenas todas as canções que ouvi. E foi com essa lente, esse filtro, esse sistema sonoro que eu passei a ler, ver e ouvir. Aos 88 anos, com aspecto de quem não viveria mais muito tempo, João morrer é acontecimento assustador. Orlando Silva, Ciro Monteiro, Jackson do Pandeiro, Ary, Caymmi, Wilson Batista e Geraldo Pereira não teriam sido o que são não fosse por João Gilberto. Tampouco Lyra, Menescal e Tom Jobim. Ou os que vieram depois. E os que virão. O Hino Nacional não seria o mesmo. O mundo não existiria. Sobretudo não existiria para o Brasil. Que era uma região ensimesmada e descrente da vida real fora de suas fronteiras. João furou a casca. O samba não seria samba sem Beth Carvalho cantando "Chega de Saudade". A música não seria música sem a teimosia de João. Ele foi uma iluminação mística. Nenhum aspecto do mundo que ele sempre tocou tão rente pode ameaçar a grandeza da verdade de sua arte. E isso era sua pessoa. É sua pessoa, em todos os sons gravados em matéria ou na minha memória."

Chega de Saudade!

Viva João Gilberto para sempre com a sua arte que revolucionou a música brasileira.

Suely Almeida

Funcionaria Publica do TJ-PE

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.