RedeGN - Imprimir Matéria

Consórcio de Imprensa lança campanha pela integridade dos jornalistas

07 de Jun / 2022 às 18h00 | Variadas

O Consórcio de Veículos de Imprensa lançou uma campanha em defesa da integridade dos jornalistas, alvos constantes de ataques, e do acesso à informação de qualidade nesta terça-feira (7). A data marca o Dia Nacional da Liberdade de Imprensa. 

A ação reúne UOL, Folha de S.Paulo, TV Globo, GloboNews, g1, O Globo, Extra, Valor Econômico, Estadão, CBN e Rádio Eldorado. Todos os veículos divulgarão, ao longo do dia, peças de conscientização sobre a data e a importância da imprensa livre. Isso inclui uma tarja preta no alto das capas de sites e jornais com o texto: “Dia Nacional da Liberdade de Imprensa. Uma campanha em defesa do jornalismo profissional”.

No anúncio, um texto localizado na parte de baixo de uma página em branco explica: “Apoie o jornalismo para que páginas em branco, como essa, não aconteçam. O jornalismo precisa ser livre. Livre para informar, investigar e mostrar tudo o que acontece para que você forme a sua opinião. Quem defende o jornalismo defende a liberdade e fortalece a democracia”.

O Consórcio de Veículos de Imprensa foi criado em 2020 para driblar o apagão de dados do governo Jair Bolsonaro (PL), durante a pandemia da covid-19.

Ranking

O Brasil ocupa uma posição ruim no ranking mundial de liberdade de imprensa, feito pela organização Repórteres sem Fronteiras, que avalia a liberdade dos jornalistas para desempenhar seu papel profissional. Dos 180 países avaliados, o país está a 110ª posição.

A categoria também tem sido vítima de violência crescente: em 2021, foram 145 casos de violência não letal contra jornalistas – quase 3 casos por semana, segundo o relatório anual "Violações à Liberdade de Expressão", elaborado pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert).

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.