RedeGN - Imprimir Matéria

Policial militar mata namorada a tiros e se mata em seguida, em Caruaru

18 de May / 2022 às 17h38 | Policial

Um policial militar, de 23 anos, é suspeito de matar a companheira, de 21, na manhã desta quarta-feira (18) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O suspeito, identificado como Alef David da Silva, teria matado a namorada Débora Siqueira de Arruda, com um tiro e, em seguida, cometido suicídio.

O caso ocorreu às 6h30, na rua Professor José Cassimiro, cruzamento com a Alferes Jorge, no bairro Indianópolis. A principal linha de investigação da polícia é feminicídio.

"Tudo indica que o casal teve uma discussão durante a madrugada. Ele trabalhou durante toda a madrugada, chegou na residência onde ela estava. Tudo indica que eles tiveram a discussão", conta o delegado Eric Costa.

Eles estavam juntos há um ano, mas o delegado afirma que estavam em processo de separação. "O caso ocorreu por volta de 6h a 6h30. Eles vinham num processo de separação. Eles não eram casados, mas viviam nessa residência. Ela estava acordada e o caso ocorreu na parte exterior da residência", explicou.

MÃE DA VÍTIMA

Apesar de morar com a filha, a mãe não estava presente no local. Ela ficou viúva há um ano e passou a morar com Débora recentemente. Ela precisou ser consolada por outras pessoas. Ninguém da família quis conceder entrevista.

JC Online / foto: reprodução

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.