RedeGN - Imprimir Matéria

 Vereador da base governista propõe o fim do Zona Azul em Juazeiro e acusa empresa operadora do sistema de "fabricar multas"

18 de May / 2022 às 12h17 | Política

O vereador José Carlos Medeiros (PRTB), que assumiu recentemente um mandato na Câmara de Juazeiro, numa vaga deixada pelo edil Assis da Apolo, que assumiu um cargo no Governo Suzana Ramos, iniciou sua atuação como parlamentar já mexendo num vespeiro: pediu o fim do Zona Azul e taxando a empresa Sinal Vida, que opera o sistema como uma “fábrica de multas”.

No seu primeiro pronunciamento no legislativo o vereador prometeu “ser um militante da verdade” e prometeu apresentar nesta semana um “requerimento solicitando uma audiência pública para que a gente possa discutir com as partes, com a empresa Sinal Vida, com a STT e com a municipalidade o fim do zona azul de Juazeiro ou a rediscussão da lei”, acrescentando que a empresa que opera o sistema “está para punir, está para fabricar multas e para prejudicar o povo de Juazeiro”, denunciou.

De acordo com o vereador, a atuação da Sinal Vida é desastrosa e acusou a empresa de orientar “as funcionárias a serem mal educadas com os motoristas, a desdenhar e a fazer pouco caso dos nossos munícipes”, forçando-as a atuar como “guardas de trânsito” para manter seus empregos.

O vereador cobrou da Câmara Municipal, independentemente da posição política de cada um, uma posição sobre o tema: “Diante do exposto seu presidente e demais vereadores, cabe a nós vereadores abrir essa discussão, independente que sejamos governos ou se sejamos oposição, o que importa é buscar o que seja melhor para cidade de Juazeiro”, disse.

Para o vereador, a forma como o sistema vem funcionando atenta contra a população, cobrando em duplicidade as multas e fugindo completamente da função de regular as vagas de estacionamento: “Lá atrás havia um parâmetro observado pela cidade vizinha, que instituiu lá o seu zona azul, com uma metodologia um tanto diferente e da qual foi instalada em Juazeiro, com instalação do parquímetro, que está provado que não funciona, se discutia a feração de empregos, porém a forma com que tá sendo conduzido zona sul de Juazeiro, onde as pessoas estão sendo multadas inclusive em faixas amarelas, é inconcebível. Vou dar um exemplo: o vereador Dr. Salvador estaciona seu veículo na rua da 28 e ali ele é notificado, paga uma multa de R$17, decide ir no Terminal de ônibus, lá no Camelódromo, teria 24 horas de isenção, mas não é assim, não está assim, você paga 17 na rua da 28 e se você for notificado outro lugar da cidade, como se Juazeiro fosse de pedaços, de novo é notificado tem que pagar mas uma taxa”, explicou.

O vereador finalizou dizendo que  na sua opinião a Zona Azul tem que ser extinta: “sendo assim, estou nessa semana agora protocolar um requerimento, seu presidente, para que a gente chame as partes e e a gente discuta o zona azul em Juazeiro, para melhorar a lei ou para acabar, o que eu particularmente defendo”, finalizou.

Da redação redeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.