RedeGN - Imprimir Matéria

Sobe para 16 número de supostos casos de 'hepatite misteriosa' sob investigação; um é em Pernambuco

10 de May / 2022 às 21h00 | Variadas

Subiu para 16 o número de casos suspeitos de hepatite de causa desconhecida monitorados pelo Ministério da Saúde. Na semana passada, a pasta acompanhava a investigação de 7 casos possíveis da doença. O Ministério da Saúde orienta que os casos sejam notificados de imediato. Um caso entre os 16 é em Pernambuco.

O caso investigado em Pernambuco é o de um menino de 1 ano morador de Toritama, no Agreste. A criança, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), deu entrada no Hospital Mestre Vitalino no último dia 27 de abril, com quadro de febre, rash cutâneo (erupções vermelhas na pele) e dor abdominal com hepatomegalia (aumento do volume do fígado).

O menino ficou hospitalizado por dez dias, recebendo alta na últim sexta-feira (6) . "Ele foi acompanhado pela equipe, apresentou melhora clínica e recebeu alta hospitalar no dia 06.05", explica a SES-PE em nota. 

A SES-PE informa também que se reunirá nesta terça-feira (10) com o Ministério da Saúde "para discussão do caso, definição de fluxos e confirmação, ou afastamento, da ocorrência". O caso ainda passará, segundo a secretaria, "por exames complementares para investigação laboratorial das hepatites virais, de outros agentes possivelmente relacionados a este tipo de hepatite e a outras doenças". 

"O Governo de Pernambuco segue monitorando a ocorrência do agravo no Estado. O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Pernambuco (Cievs-PE) já emitiu nota de alerta orientando toda a rede de saúde do Estado - unidades públicas e privadas - para que, na observação de casos suspeitos e que atendam às definições, realizem a notificação de imediato", informa a SES-PE.

O estado de São Paulo acumula a maior parte, com seis registros, seguido pelo Rio de Janeiro, com cinco. Depois, aparece o Paraná, com dois casos monitorados. Além de Pernambuco, Espírito Santo e Santa Catarina têm um caso cada.

Entre os sintomas, as crianças apresentam náusea, vômito, icterícia (pele e olhos amarelados), febre, dor abdominal, dores musculares entre outros.

A chamada "hepatite misteriosa" foi identificada pela primeira vez no Reino Unido, no mês passado. Desde então, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) já identificou mais de 200 casos em todo o mundo.

Folha Pernambuco Foto Agencia Brasil

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.