RedeGN - Imprimir Matéria

Cuidado humanizado: Prefeitura de Juazeiro inova e implanta Ambulatório de Curativos Especiais

28 de Apr / 2022 às 11h30 | Variadas

Pela primeira vez, a população de Juazeiro tem acesso a um serviço público especializado para o tratamento de ferimentos crônicos. A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), implantou o Ambulatório de Curativos Especiais, o primeiro ambulatório especializado na rede municipal na região.

Atualmente o serviço é fornecido, neste modelo, na rede particular. Diferente do ambulatório já existente na rede pública, que limita-se apenas ao pé diabético, o Ambulatório de Curativos Especiais do município é mais amplo e atende outros ferimentos mais complexos como úlceras de pé diabético, úlceras venosas e arteriais e feridas extensas traumáticas de acidentes, que têm um processo de cicatrização mais lento.

A prefeita, Suzana Ramos participou da inauguração do espaço e destacou que este ambulatório já era um sonho antigo que ela gostaria de implantar para a população. "Esse serviço é um avanço muito grande e vem para somar às ações da prefeitura em prol da saúde da nossa população. É algo que nenhuma outra gestão fez, mas a gente entende e sabe da necessidade desse serviço prestado aos pacientes pela Secretaria de Saúde. Estamos humanizando nosso sistema, cuidando das pessoas e dando comodidade a quem mais necessita", destacou a prefeita Suzana Ramos.

O superintendente de Atenção Especializada da Sesau, Eduardo Rafael de Sousa Neto, explica que o Ambulatório de Curativos Especiais realiza coberturas específicas em ferimentos crônicos. Este material pode passar mais tempo sem a necessidade de troca. "O objetivo do curativo especial é acelerar o processo de cicatrização para dar cura ao paciente. No ambulatório tem casos de pacientes que poderiam perder o membro, mas devido ao tratamento mais especializado, isso foi impedido", explicou.

Atendimento elogiado

O Ambulatório de Curativos Especiais recebe pacientes que são encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), como é o caso do Seu Antônio Soares de Souza, morador do bairro Alto do Cruzeiro, que está com um ferimento causado por uma lesão pós-cirurgia. Ele reconhece a importância do serviço e elogia o atendimento.

"Vim para cá, justamente porque sabemos que o tratamento que a gente faz em casa e na UBS é mais simples. Aqui existe um diferencial que é mais acompanhado. A enfermeira vê o grau do problema e procura ao máximo resolver o mais rápido. Aqui o atendimento é muito bom", disse.

Fluxo

Os atendimentos no Ambulatório de Curativos Especiais são realizados no período da tarde. Cerca de nove pessoas são atendidas por dia. "O fluxo é de encaminhamento das UBSs pelo enfermeiro. Ele vem para agendar, porque a gente tem dentro do programa 25 pacientes cadastrados. Quatro pacientes já receberam alta. Quando eles recebem alta, eu mando o encaminhamento de volta para a UBS, ou seja, o grau de complexidade dele não existe mais, dá para tratar com algo mais básico e ele é orientado em relação a isso", destacou a enfermeira especialista em curativos especiais, Tatiana Benevides.

Ascom SESAU/PMJ

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.