RedeGN - Imprimir Matéria

Juliette, Targino Gondim Adelmário Coelho, Flávio José e Bell Marques: governo da Bahia divulga atrações das festas juninas em Salvador

12 de Apr / 2022 às 11h45 | Variadas

O governador Rui Costa divulgou, nesta terça-feira (12), atrações para o São João 2022 em Salvador. Entre os artistas que vão se apresentar estão Juliette, Adelmário Coelho, Flávio José e Bell Marques.

Desde 2019, o evento está suspenso em todo o estado por causa da pandemia, mas o retorno já havia sido anunciado na segunda-feira (11), quando o governador desobrigou o uso de máscaras em locais fechados, como medida de combate à Covid-19 .

Nas redes sociais, Rui também divulgou as apresentações de Pablo, Targino Gondim e banda Limão com Mel, no período dos festejos juninos na capital baiana. Assim como nos anos anteriores, a festa será realizada no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador.

Além disso, conforme o governo, também serão montados palcos no Parque de Exposições e no bairro de Paripe, na região do subúrbio ferroviário, e será realizado um concurso estadual de quadrilhas juninas.

Antes mesmo do anúncio do governador, municípios baianos já haviam confirmado a realização dos festejos de São João e São Pedro. Jequié, por exemplo, na região sudoeste, terá 13 dias de celebração. A primeira cidade a divulgar atrações foi Conceição da Feira, na região de Feira de Santana - ambas com tradição de eventos juninos.

Entre outras cidades que realizam grandes festas de São João estão Amargosa, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Cruz das Almas, Ibicuí, Cachoeira, Camaçari.

No final de março, o governador Rui Costa disse que "a maior festa da Bahia não é o carnaval, são as festas juninas, porque acontece em praticamente em 417 municípios". Na época, ele adiantou que a Secretaria de Turismo tinha sido autorizada a traçar parcerias com prefeituras do interior.

Em 2021, a Bahia deixou de arrecadar R$ 79 milhões de ICMS, por causa do cancelamento do São João, em virtude da pandemia. Os dados foram divulgados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

Com base no último ano comemorativo dos festejos juninos, de acordo com o estudo, cerca de R$ 107 milhões decorrentes de gastos de turistas nacionais e estrangeiros deixaram de circular no estado. Além disso, mais de 24 mil empregos formais e informais deixaram de ser gerados nos setores correlacionados com o evento.

Ascom Fotos: Ilustrativa

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.