RedeGN - Imprimir Matéria

Ex-vereador Ronaldo Cancão formaliza pedido na Câmara de Petrolina para tomar posse como suplente de Gaturiano Cigano

05 de Apr / 2022 às 15h30 | Política

O ex-vereador de Petrolina, Ronaldo Cancão (União Brasil), solicitou que a Mesa Diretora da Câmara de Petrolina, dê posse ao próximo suplente do partido, em virtude do afastamento do vereador Gaturiano Cigano, do mesmo partido. O edial está preso preventivamente desde o dia 23 de fevereiro, alvo da Operação Errantes, da Polícia Federal, que revelou a existência de uma organização criminosa que praticava golpes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

A vaga pertence justamente a Cancão, que é o segundo suplente do partido. O primeiro é César Durando, que já ocupa o cargo de vereador, como suplente de Gilberto Melo, que se licenciou para assumir a secretaria de Agricultura de Petrolina. No ofício datado de 4 de abril e lido na sessão desta terça-feira (5) da Câmara de Petrolina, Cancão pede medidas para adoção “na maior brevidade possível nos termos regimentais”, para que ele possa assumir a cadeira.

Em resposta, o presidente da Casa Plínio Amorim, Aero Cruz (MDB) reiterou que a Mesa Diretora está seguindo os trânmites conforme o Regime Interno, e acrescentou que Cigano só corre risco de perder o mandato em duas ocasiões. “Não quero, em nenhum momento, deixar de cumprir a lei […] Como presidente e Mesa Diretora, nós estamos fazendo conforme manda o Regimento Interno. O regimento interno diz que o vereador só perderá o seu mandato com decisão judicial ou com perca de um 1/3 das suas sessões que, isso corresponde aproximadamente a quatro meses de falta não justificada“, afirmou Aero.

Na semana passada, o presidente da Câmara já havia anunciado que passaria a descontar as faltas do salário do vereador, e não mais aceitar as faltas justificadas.

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.