RedeGN - Imprimir Matéria

Juazeiro: Vereador Alex Tanuri diz ter sido barrado de negociação com servidores que paralisaram atividades e faz críticas à gestão

02 de Mar / 2022 às 18h13 | Variadas

O vereador Alex Tanuri disse ter sido barrado da rodada de negociação que aconteceu na tarde desta quarta-feira (2), entre representantes da gestão e servidores do município.

Membros do Sinserp, Sintrab-Saúde, ATEPAAJ e AGMJ paralisaram as atividades em protesto no Paço Municipal, e reivindicam a implantação da campanha salarial para negociação do reajuste salarial da categoria e enquadramento da Lei 1.520 com retroativo.

"Vim aqui no movimento que está tendo dos servidores públicos do município. Tentei participar de uma rodada de negociação que está acontecendo no gabinete da prefeita, sem a presença da prefeita, e fui barrado. Não deixaram eu entrar. Manifesto aqui, ao presidente da Câmara, aos vereadores, e ao povo de Juazeiro, minha indignação, pois esse é o novo governo de Juazeiro", disse Alex Tanuri.

O ex-presidente da Câmara de Vereadores não poupou críticas à gestão da prefeita Suzana Ramos, ao apontar que a prefeitura está desvalorizando a Educação e a Saúde, e ao citar que o governo "só sabe nomear parentes de prefeito" e de "gente de grande escalão da prefeitura".

"Mas é um novo com as mesmas roupas do passado. As pessoas que negociam são as pessoas do passado, que sempre levaram Juazeiro ao caos. Esse governo hoje está desmontando a Educação municipal, quando ele não vem valorizar a educação. Esse governo dizia que a Saúde de Juazeiro era ruim, e ele está conseguindo com que a Saúde de Juazeiro seja a pior de todos os tempos. Na verdade esse governo só sabe nomear parentes de prefeito, parentes de gente de grande escalão da prefeitura, e colocar empresas dessas pessoas lá dentro. Esse é o novo governo de Juazeiro. E os servidores não vão aceitar", finalizou Tanuri.

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.