RedeGN - Imprimir Matéria

Com apoio do Sebrae, fruticultores registram crescimento no Vale do São Francisco

24 de Feb / 2022 às 22h30 | Variadas

O Brasil exportou 1,24 milhão de toneladas de frutas e faturou US$ 1 bilhão em 2021. A marca histórica alcançada pelas exportações de frutas na balança comercial em relação ao ano anterior foi comemorada no Vale do São Francisco, uma das regiões responsáveis pelo sucesso do agronegócio brasileiro. Os dados foram apresentados no Boletim Hortigranjeiro 2022, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Para o Sebrae, o sucesso alcançado pelos produtores instalados na região é um reflexo da qualidade da fruta produzida na Bahia. Somos parceiros constantes da fruticultura, atuando através de ações e programas com técnicos e consultores”, afirma Carlos Cointeiro, gerente regional do Sebrae em Juazeiro.

No caso da exportação, o Sebraetec tem um papel fundamental no processo de certificações. O programa tem mais de 100 soluções tecnológicas e de inovação, entre as quais a habilitação de empresas e produtores rurais para adquirir capacitação para qualificar a produção se adequar totalmente às normas exigidas perante as certificadoras responsáveis pelas transações comerciais no exterior.

O crescimento acelerado da agricultura irrigada no Vale do São Francisco continua atraindo investidores e sinaliza novos recordes nas próximas safras. Dados da Abrafrutas (Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados) apontam que a exportação de frutas cresceu 18% e o faturamento, 20%, em relação ao ano passado. Esses números colocam os produtores e empresas instaladas na região como destaque na geração de emprego e renda e referência na produção e exportação de frutas do país.

Ascom Sebrae / foto: divulgação

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.