RedeGN - Imprimir Matéria

Prefeitura de Juazeiro mantém assistência social às famílias desabrigadas em decorrência da cheia do rio São Francisco

07 de Feb / 2022 às 16h00 | Variadas

Caiu de 13 para 6 o número de famílias abrigadas na Escola de Tempo Integral Paulo VI, em Juazeiro. O local foi disponibilizado pela Prefeitura Municipal para acolher as famílias afetadas pela cheia do rio São Francisco e das chuvas que caíram na cidade no mês de janeiro. A ação é coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes) e pela Secretaria de Educação e Juventude (Seduc).

Com o recuo das águas no bairro Sol Levante, que sofreu com alagamentos durante as chuvas, algumas famílias optaram por retornar às suas residências. "Com a redução do risco de alagamentos nessa área, as famílias sentiram a necessidade de voltar para suas casas e nós prestamos toda a assistência necessária para esse retorno em segurança, e continuamos assistindo aquelas famílias que ainda precisam do nosso apoio", relata o titular da Sedes, Teobaldo Pedro.

Assistência

Desde o início de janeiro, com o anúncio do aumento da vazão da Barragem de Sobradinho, a Prefeitura de Juazeiro criou uma força-tarefa com o objetivo de atenuar o impacto da cheia do rio São Francisco para as famílias ribeirinhas. Os moradores foram retirados das suas residências em áreas de risco e acolhidos na Escola de Tempo Integral Paulo VI.

Cada família está abrigada em uma sala e conta com colchões, travesseiros, cobertores, seis refeições diárias, material de limpeza e higiene, e com o apoio de uma equipe composta por assistentes sociais, profissionais de saúde, merendeira e auxiliar de serviços gerais. O espaço também segue todos os protocolos sanitários contra a Covid-19 e passa por desinfecção diária.

Na área externa, a Guarda Municipal e a Polícia Militar, com o apoio de outros órgãos, estão garantindo a segurança do local.

Ascom PMJ

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.