RedeGN - Imprimir Matéria

'Retorno às aulas presenciais é fundamental', diz presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Pernambuco

26 de Jan / 2022 às 17h00 | Variadas

O presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Pernambuco (Undime-PE), Natanael José da Silva, defendeu que o retorno às aulas presenciais seja mantido, mesmo diante do aumento de casos confirmados de Covid-19. 

Em entrevista Silva disse que cada de unidade de ensino deve adotar protocolos de prevenção à doença.

"Estamos em um movimento de planejamento de retomada das aulas presenciais. É um momento que ainda é preocupante em razão de que estamos ainda em pandemia, mas o retorno às aulas presenciais é fundamental. A garantia do direito à educação pressupõe que ela seja ofertada nas condições em que é possível as crianças estarem em sala de aula", declarou.

Nos últimos dias, locais de testagem têm apresentado filas e testes rápidos para detectar a Covid-19 começaram a faltar em farmácias do Grande Recife. Diante do atual cenário da pandemia, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) anunciou a suspensão por três semanas das aulas presenciais e adoção de aulas exclusivamente remotas a partir da segunda-feira (31).

"Nós já tivemos um déficit muito grande de aprendizagem nesse período de pandemia. [...] A gente precisa da presença das crianças nas escolas, que é onde o ensino e a aprendizagem acontecem", disse Natanael da Silva.

O presidente da Undime, que também é secretário de Educação de Belém de Maria, no Sertão, lembrou que crianças com sintomas gripais não devem ir para a escola.

"Ao chegar na escola, se isso ocorre, a escola vai encaminhar à unidade de saúde e, na unidade de saúde, se faz a testagem e se orienta que a criança vá para casa. Esse é um caso que pode ocorrer, é comum que ocorra se tratando de resfriado", declarou.

"Nossas escolas ficaram muito tempo fechadas. [...] O momento é indispensável para reabertura das escolas. Manter os protocolos sanitários, protocolos de biossegurança, a vacinação dos próprios profissionais de educação, a vacinação dos estudantes e qualquer situação que ocorra, acionar os profissionais de saúde", afirmou.

Uso de máscara e outras orientações sobre retorno às salas de aula, que já fazem parte do protocolo estadual, estão entre medidas que devem ser tomadas. "A grande maioria das redes municipais já concluíram a vacinação de todos os profissionais de educação. É o que ameniza e dá mais segurança para o retorno das aulas presenciais", disse.

Até esta terça-feira, as aulas da rede estadual de ensino estão previstas para serem retomadas de maneira 100% presencial no dia 3 de fevereiro, enquanto a capital, Recife, retoma no dia 4 de fevereiro, também totalmente presencial.

G1 Foto Agencia Brasil

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.