RedeGN - Imprimir Matéria

Vereador Aníbal Araújo vai às vias de fato com mototaxista Romário Pacheco. Ambos alegam agressão e realizam exame de corpo de delito

23 de Jan / 2022 às 12h50 | Variadas

A empresária Eliene Bitencourt enviou vídeos e informações sobre um fato que aconteceu na noite deste sábado (22) e envolveu o vereador Aníbal Araújo, líder do governo na Câmara Municipal e o mototaxista Romário Pacheco.

Segundo Eliene, o mototaxista Romário Pacheco alega que o vereador Aníbal Araújo (PTC) fez uma visita inesperada na residência do seu pai, que mora no bairro Pedro Raimundo, em Juazeiro, e promoveu a maior confusão.

“O vereador desceu do carro foi recebido por meu pai abriu e disse: eu gostaria de pedir ao senhor para falar com seu filho para ele parar de me atacar em rede social. Ele fica me atacando de manhã, de tarde e à noite. E aí eu saí vim andando vi que era ele e comecei a filmar (…) antes de ele me agredir e me dá um soco eu caí e machuquei o cotovelo” contou Romário.

“Fui a delegacia, fiz o Boletim de Ocorrência, corpo de delito, ele (Aníbal) disse que eu fico atacando ele, e eu disse, vereador se eu fico te atacando em sua vida pessoal mostre o print aí a meu pai, mas ele não mostrou. Agora, vou esperar que a justiça seja feita” encerrou o mototaxista.

A redação da Rede GN entrou em contato com o vereador Aníbal Araújo e este explicou que foi a residência do mototaxista para solicitar que ele parasse de ofendê-lo nas redes sociais.

“Na verdade, eu é que fui agredido, inclusive, já fiz exame de corpo de delito dos hematomas e tapas que me deram. Há mais de quatro anos que Romário me agride nas redes sociais. Eu já disse Romário fale de mim como político, mas esqueça o pessoal. Não trate da minha honra, da minha dignidade. Romário é uma pessoa que não tem sensatez. Falei com todos que fazem oposição em Juazeiro e todos compreenderam, menos Romário” expressou Aníbal Araújo.

“Tenho todos os print’s das ofensas à minha honra. Não sou homem de ameaçar ninguém, não sou homem de agredir ninguém. Fui sim falar com o pai de Romário para pedir que ele parasse com este comportamento, a mãe dele, inclusive, citou que ele já tem sete a oito processos por causa das redes sociais, de repente ele começou a gravar, me atacar e me agredir” relatou Aníbal.

“Tem horas que não dá para suportar e foi o que aconteceu. Quatro anos só recebendo agressões, ofensas à minha hora e ontem agressões físicas, então eu apenas me defendi. Depois ele saiu correndo pra casa dele acho que para pegar uma arma pra mim. Eu não tenho nenhum processo de agressão e nem de calúnia enquanto ele já responde uns sete ou oito” concluiu.

Eliene ainda encaminhou vídeo que mostra que o vereador estava dirigindo um veículo da Câmara Municipal para fins que não dizem respeito ao mandato o que pode gerar processo.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.