RedeGN - Imprimir Matéria

Governo suspende visitas a detentos em 13 unidades prisionais devido à Covid e à Influenza. Petrolina na lista

22 de Jan / 2022 às 07h30 | Coronavírus

O governo de Pernambuco anunciou a suspensão das visitas familiares presenciais a detentos em 13 unidades prisionais do estado. A medida, segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização, ocorre devido à alta de casos de Covid-19 e da Influenza A H3N2.

Segundo à Seres, as visitas ficam suspensas neste sábado (22) e no domingo (23), bem como nos dias 29 e 30 de janeiro. Semanalmente, a suspensão deve ser reavaliada, com base no cenário epidemiológico do estado.

Com o agravamento da pandemia, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) suspendeu o atendimento presencial ao público. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) também decidiu interromper as atividades presenciais

A medida visa, principalmente, evitar a contaminação pelos dois vírus entre as pessoas privadas de liberdade no estado, além de entre seus familiares e a população em geral, apontou a Seres. Nas outras dez unidades prisionais, as visitas seguem normalmente.

Os locais afetados são os seguintes:

PJALLB (Presídio Juiz Antonio Luis Lins de Barros) – Complexo do Curado;
PAMFA (Presídio Marcelo Francisco de Araújo) – Complexo do Curado;
PFDB (Presídio Frei Damião de Bozzano) – Complexo do Curado;
PIG (Presídio de Igarassu);
CPFAL (Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima);
CPFR (Colônia Penal Feminina do Recife);
Cotel (Centro de Observação e Triagem Criminológica Everardo Luna);
PIT (Presídio de Itaquitinga);
PPBC (Penitenciária Professor Barreto Campelo);
PAISJ (Penitenciária Agroindustrial São João);
PVSA (Presídio de Vitória de Santo Antão);
PRRL (Presídio Rorinildo da Rocha Leão) – Palmares;
PDEPG (Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra) – Limoeiro.

Ascom

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.