RedeGN - Imprimir Matéria

Câmera de segurança flagra cão da raça pitbull atacando gato em Petrolina

21 de Jan / 2022 às 14h52 | Policial

Um cachorro da raça pitbull atacou um gato em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A cena do ataque é forte e foi registrada por uma câmera de segurança. A dona do gato, Rita de Cássia Monteiro, prestou uma ocorrência na Polícia Civil de Pernambuco e pede providências. Felizmente, o gatinho 'Coruja' conseguiu sobreviver, e se recupera em casa.

O ataque ocorreu na noite da última quarta-feira (19), na Travessa do Jenipapo, no bairro Rio Corrente. De acordo com imagens de uma câmera de segurança, às 19h56, uma mulher e uma criança passam apressados pela travessa. Um minuto depois, surge o dono do pitbull segurando a guia do cão. É possível observar que o rapaz tem dificuldades de conter o animal, até que o cachorro vai em direção ao gato, que está na calçada, e consegue abocanhá-lo.

O dono do pitbull chega a bater na cabeça do cachorro para ele soltar o gato, mas não tem sucesso. Depois de alguns minutos, o homem fez uma investida, até que nesse momento, o gato consegue escapar.

Ao g1, Rita de Cássia disse que não presenciou o momento do ataque. Ela foi informada ao chegar em casa por vizinhos.

“Os vizinhos me abordaram dizendo que um gato foi atacado por um pitbull e que podia ser o meu. Entrei em desespero. Fui ver as câmeras de segurança e procurei quem era o dono do animal. Daí eu descobri que a mãe do rapaz mora perto da minha casa. Fiquei sem saber o que fazer e fui na delegacia e prestei uma queixa contra ele".

"Eu sei que um animal grande tem muita força, mas não vi esforço do cara de puxar meu gato e evitar que o cachorro o atacasse".

Rita de Cássia cria outros seis felinos, mas segundo a auxiliar administrativo, o Coruja, de seis anos, é o único que costuma sair de casa. “Coloquei tela quase na casa toda, mas uma parte do muro ficou descoberta. O Coruja sai e sempre fica entre as casas dos vizinhos, ele é mansinho. Nesse dia, ele estava deitado na calçada de um vizinho, que gosta muito dele. Inclusive, passam vários cachorros por lá e nenhum nunca o atacou”.

Diante da violência do ataque, Rita pensou que seu gato já estivesse morto, mas os vizinhos acharam o animal ferido na quinta-feira (20). O médico veterinário, Sérgio Diego Passos Costa, atendeu o felino.

“Coruja chegou para mim bem agitado, mas consciente. Ele realmente é um sobrevivente, pela magnitude do que foi visualizado do confronto.
Segundo veterinário, o gato teve algumas lesões perfurantes, mas que não comprometeram os órgãos. Foram lesões em pele, hematomas e perfurações por dente e ele também estava mancando da patinha traseira. De alta, agora tá se recuperando dos ferimentos em casa.

Mas, a dona destacou que não quer que o caso fique impune.

"As pessoas não podem se calar, porque eles vão continuar fazendo. Eu fico revoltada”.

Em nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que registrou através da Delegacia de Petrolina, no dia 20 de janeiro, a ocorrência e que as investigações foram iniciadas e seguem até esclarecimento do fato.

No ano passado, três ataques de cães pitbulls foram registrados. O mais marcante ocorreu em junho, quando o cão atacou uma mulher que caminhava na Orla de Petrolina. O animal estava solto, acompanhado dos donos. Kátia Rodrigues, de 49 anos, ficou gravemente ferida. Ela precisou passar por uma cirurgia, com enxerto de pele, para reconstruir o local ferido. A cachorrinha da família também foi mordida e precisou de atendimento veterinário. Na época, a Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

O que diz a lei?

Uma lei promulgada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) amplia regras para disciplinamento de cães "com histórico de agressividade" ou comportamento "antissocial'. A norma, que altera outra legislação em vigor desde 2003, também inclui novas raças na lista dos animais que deverão ser enquadrados.

G1 / foto: reprodução

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.