RedeGN - Imprimir Matéria

Após troca de bebês, pais pedem autorização para exumar corpo de criança enterrada em Itabuna

17 de Jan / 2022 às 11h30 | Policial

Os pais dos bebês que tiveram corpos trocados na maternidade do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, no sul da Bahia, decidiram pedir a exumação do corpo de uma das crianças que já foi enterrada. O pedido judicial foi feito por um advogado contratado pelas famílias.

Além disso, o Hospital Manoel Novaes iniciou uma investigação interna para apurar o erro. De acordo com a unidade, o departamento jurídico da hospital tem dado assistência às duas famílias.

A Polícia Civil investiga a situação e vai ouvir familiares das crianças e os funcionários do hospital para dar detalhes sobre os procedimentos adotados para liberação dos corpos.

Jociel da Paixão e Vanúzia Reis são moradores da cidade de Ipiaú e estavam com o filho internado há 45 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do hospital. No sábado (15), os dois receberam a notícia de que a criança havia morrido.

O casal preparou a documentação da criança e foi até Itabuna, providenciar sepultamento do filho. Ao chegar no hospital, a mãe da criança não reconheceu o corpo como sendo do filho. Além disso, o nome que constava na etiqueta era de outra criança.

Com isso, o casal foi ao Complexo Policial de Itabuna registrar queixa do crime. Na delegacia, os dois encontraram outro casal, que também estava registrando o caso por causa do filho que morreu no mesmo dia.

O segundo casal também não reconhecia corpo da criança que foi entregue a eles, pelo hospital. No entanto, esse bebê, que é o filho de Jociel e Vanúzia, já foi sepultado. Agora os casais aguardam o pedido judicial para exumação do corpo.

G1 Bahia Foto Reprodução redes sociais

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.