RedeGN - Imprimir Matéria

Comitê cobra que municípios da calha do rio São Francisco do Submédio e Baixo devem imediatamente realizar plano de emergência junto a defesa civil

12 de Jan / 2022 às 08h00 | Variadas

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco alerta a população ribeirinha, por meio de nota pública divulgada nesta terça-feira (11), para a possibilidade de cheias na bacia no decorrer dos próximos dias.

A nota, assinada pelo presidente do CBHSF, Maciel Oliveira, reúne dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF) que apontam para a elevação gradual das vazões defluentes dos barramentos de Sobradinho e Xingó até 4.000 m³/s.

O texto ainda orienta a população ribeirinha a não ocupar o leito do Rio São Francisco neste momento, e indica ações a serem adotadas pelos municípios localizados nas regiões do Submédio e do Baixo São Francisco. Por fim, o Comitê se mostra atento e pronto para informar à sociedade sobre a situação hidrológica dos próximos dias.

A Prefeitura de Juazeiro disse que recebeu um comunicado da Chesf, nesta terça-feira (11), informando sobre o aumento da vazão da Barragem de Sobradinho "e esclarece que as equipes da gestão municipal já estão empenhadas para desenvolver um plano de ação e acolhimento de famílias ribeirinhas que possam vir a ficar desabrigadas, caso a água invada as residências construídas nas margens do rio São Francisco, principalmente no bairro Angari".

A prefeitura reforçou que segundo o comunicado da Chesf, a defluência (água que sai) do Lago de Sobradinho deve chegar a 4 mil m³/s (metros cúbicos por segundo) até o próximo dia 24 de janeiro, porém, esse aumento gradativo já deve começar nesta quarta-feira.

A Chesf chama atenção que a vazão de 4 mil m³/s não é vista desde 2009, por isso, ressalta a importância "da não ocupação de áreas ribeirinhas situadas na calha principal do rio, haja vista o período úmido em curso". No que diz respeito à segurança da Barragem, ressalta que "todas as usinas operadas pela Chesf encontram-se em condições seguras, operando em total normalidade, sendo monitoradas de forma contínua, com procedimento de rotina de inspeção local e avaliação dos instrumentos de segurança", finaliza o comunicado.

Confira NOTA CHBSF aqui:

Redação redeGN Foto Arquivo professor Alfredo Andrade

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.