RedeGN - Imprimir Matéria

Estudantes da Univasf conquistam medalhas no 5º Campeonato Brasileiro Universitário de Wushu

29 de Dec / 2021 às 08h30 | Variadas

A prática do Sanda, modalidade de luta do Kungfu Wushu, entrou na vida das estudantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) Andressa de Oliveira, Laura Cardoso Galvão e Mikaela Vanessa Alencar Melo em épocas e por motivos diferentes. Mas o esporte possibilitou às três atletas participar de competições brasileiras pela primeira vez como representantes da Univasf e conquistar suas primeiras medalhas nacionais.

Da experiência no 5º Campeonato Brasileiro Universitário de Wushu, realizado em Brasília pela Confederação Brasileira de Kungfu Wushu (CBKW) em 8 e 9 de dezembro, Andressa trouxe medalha de ouro; Laura, medalha de prata; e Mikaela, medalha de bronze. Laura também competiu no 1º Campeonato Brasileiro de Kungfu Wushu, os dias 10 e 11 de dezembro, e conquistou sua segunda medalha de prata.

Os desafios para que as estudantes pudessem participar dos eventos foram muitos, entre os quais manter os treinos durante a pandemia e conseguir recursos para a viagem. A rotina intensa, que combinou treinos fortes nos meses que antecederam as competições e ações para arrecadar dinheiro, permitiu às jovens participar da competição. Elas são integrantes da equipe do mestre Adenilson de Souza Higino e participaram junto com outros 24 atletas de Petrolina (PE).

Aos 25 anos, a estudante do 7º período de Enfermagem Andressa de Oliveira agora se vê diante de um novo desafio, proporcionado pela conquista do lugar mais alto do pódio na categoria até 52 quilos. A petrolinense foi classificada para disputar os Jogos Mundiais Universitários FISU, que serão realizados em Chengdu, na China, em 2022. Ela já começou a treinar para a competição, que será a primeira internacional em sua trajetória, e para os campeonatos regionais e nacionais do próximo ano.

A conquista do ouro, segundo ela, se tornou realidade devido à preparação física e psicológica antes do campeonato. “Eu vinha treinando e estudando minhas adversárias. Isso foi importante”, conta Andressa, que iniciou no Sanda em 2019 no projeto de extensão de Boxe Chinês para a Comunidade, com aulas do então estudante Renato Weslley Bispo Paes e coordenação do professor Luiz Maduro, do Colegiado de Educação Física da Univasf.

Mikaela Vanessa Alencar Melo também iniciou no esporte como participante desse projeto, cujo instrutor, Renato Paes, hoje educador físico já formado, se tornou o treinador das duas atletas. No 5º Campeonato Brasileiro Universitário de Wushu, Mikaela ficou com medalha de bronze na categoria até 60 quilos, numa chave em que enfrentou logo na primeira luta a atual campeã universitária e brasileira, Beatriz Adrião Rustice Silva, que ficou com a medalha de ouro. Este foi o primeiro campeonato que a estudante de Farmácia participou fora da região de Petrolina.

A atleta, que tem 25 anos e está cursando o 8º período do curso, diz que foi muito importante a chance de estar entre grandes nomes do esporte nacional. “Foi uma grande oportunidade, que me trouxe muito aprendizado. Eu não esperava sentir tantas coisas. Aprendi a dominar o medo e me concentrar na luta”, revela. Para ela, a prática do Wushu vem contribuindo também para aliviar as tensões nas atividades acadêmicas. “Tem sido muito positivo em relação ao meu curso também”, conta. Assim como Andressa, ela está focada nos treinos já pensando nos campeonatos de 2022, entre os quais os Campeonatos Brasileiros Universitário de Wushu e de Kungfu Wushu.

A discente do 4º período de Engenharia Agronômica Laura Cardoso Galvão começou a praticar o Sanda há cerca de um ano e meio e há apenas 8 meses começou a competir. De lá para cá já conquistou algumas medalhas, entre elas medalha de ouro no campeonato pernambucano, classificando-se assim para representar o estado no 31º Campeonato Brasileiro de Kungfu Wushu, que disputou na categoria até 52 quilos. Ela obteve duas medalhas de prata nas duas competições nacionais. “Não me saí tão bem quanto eu gostaria, mas tenho um sentimento de grande conquista pelos dois segundos lugares que alcancei”, afirma a atleta, que também integra a equipe do mestre Higino e é treinada por Naelton Carvalho.

Além de continuar os treinos visando às competições regionais e nacionais de 2022, Laura tem o objetivo de seguir na luta por mais apoio para continuar praticando o esporte que tantas conquistas lhe possibilitou em tão pouco tempo. A estudante de 22 anos, que já foi bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Incentivo Acadêmico (BIA) e do Programa de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic), assegura que se dedicar ao curso de graduação está entre suas prioridades para o próximo ano.

O egresso da Univasf Renato Paes, treinador de Andressa e Mikaela, também foi medalhista no 31º Campeonato Brasileiro de Kungfu Wushu. Aluno do mestre Adenilson de Souza Higino, ele conquistou a prata na categoria Sanda até 85 quilos. As informações sobre o campeonato e o resultado oficial estão disponíveis no site da Confederação Brasileira de Kungfu Wushu.

Ascom Univasf

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.