RedeGN - Imprimir Matéria

Pedindo mais informações, Gabinete do Governo de Pernambuco entra em contato com os pais de Beatriz durante caminhada

20 de Dec / 2021 às 10h39 | Variadas

Os pais da garota Beatriz Angélica, Lucinha Mota e Sandro Romilton, divulgaram na manhã desta segunda-feira, 20, que a Secretária da Chefia do Gabinete do Governo de Pernambuco entrou em contato com eles requerendo que os mesmos enumerassem as solicitações sobre o caso.

Os pais informaram, através de carta, a data de início da caminhada, 05 de dezembro e que foi idealizada a mais de um ano.Disse também que não irá "em nenhuma hipótese interromper a caminhada".

Segundo o documento oficial, Lucinha e Sandro querem a federalização do caso e a assinatura do termo de cooperação técnica do grupo americano para que ajude no caso. Ainda de acordo com as informações, isso vem sendo pedido desde setembro de 2020 e até hoje está pendente.

No final da carta, os pais foram firmes: "Promessas não terão o condão de interromper a caminhada, pois promessas por parte do Estado, desde o inicio do inquérito, foi o que mais recebemos" finalizaram.


A nota foi feita em pesqueira, a verca de 500 Km de Petrolina, de onde iniciram a caminhada, no dia 5 deste mês de  dezembro. 

Confira o teor do documento, na íntegra:

“Pesqueira/PE, 20 de dezembro de 2021. 

À Sua Excelência o Sr. Governador do Estado de Pernambuco - Paulo Câmara 

Assunto: Cooperação técnica da empresa Criminal Investigations Trbarnaramente aining - CIT GROUP e/ou federalização para o caso Beatriz.

Exmo. Sr. Governador do Estado de Pernambuco, 

Conforme amplamente divulgado pelos meios de comunicação, a decisão dessa caminhada ocorreu há pouco mais de um ano, com intuito de sensibilizar o Estado sobre as solicitações que iremos enumerar adiante, solicitações essas que há muito tempo foram realizadas ao senhor governador. 

A caminhada iniciou no dia 05 de dezembro de 2021, saindo de Petrolina com destino a Recife, também, amplamente divulgada pelos meios de comunicação. Nesse exato momento, dia 20/12/2021, estamos chegando em Pesqueira. 

Toda a caminhada está sendo realizada a pé. Qualquer conversa com Vossa Excelência deverá ocorrer durante a caminhada, ou se deslocando ao nosso encontro nas rodovias ou através agendamento prévio à cidade mais próxima do nosso percurso. Ressalta- Recebemos a ligação de uma pessoa que se identificou pelo nome de Edneide, afirmando ser secretária e que estava falando em nome da Chefia de Gabinete do Governador, requerendo que enumerássemos as nossas solicitações, se que em nenhuma hipótese iremos interromper a caminhada para entrarmos em veículo com destino a Recife ou a qualquer outra localidade distante do nosso trajeto, repito, estamos caminhando, andando a pé e assim continuaremos, as quais passamos a, mais uma vez, descrevê-las abaixo: 

1. Manifestação favorável à federalização do caso Beatriz para encaminhamento à Procuradoria Geral da República; e/ou 

2. Assinatura do termo de cooperação técnica com a empresa CIT GROUP, que deverá ser realizada de forma oficial e com acesso integral ao inquérito que apura o caso Beatriz. Cabe salientar que o Consulado Americano também formalizou o pedido junto ao Governo do Estado. 

As solicitações acima foram realizadas desde setembro de 2020 e se encontram pendentes de manifestação por parte do Estado de Pernambuco, até o presente momento. 

O propósito da caminhada é justamente o que ora se inicia, provocar a preocupação do Estado em cumprir com suas obrigações na solução do caso Beatriz. 

Cabe ressaltar que promessas não terão o condão de interromper a caminhada, pois promessas por parte do Estado, desde o início do inquérito, foi o que mais recebemos. 

Atenciosamente, Sandro Romilton Ferreira da Silva Maria Lúcia Mota da Silva.".

Redação Rede GN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.