RedeGN - Imprimir Matéria

Caminhando por Justiça: um corredor humano, em Belém do São Francisco, marca a passagem de Lucinha Mota. Veja o vídeo

12 de Dec / 2021 às 12h10 | Policial

A cada Km percorrido e uma cidade alcançada, aumenta o nível de emoção e solidariedade à causa de Lucinha Mota, mãe da garota Beatriz Angélica, assassinada violentamente numa escola particular de Petrolina, em dezembro de 2015.

Há seis anos os pais de Beatriz Angélica, Sandro Romilton e Lucinha Mota, lutam para ver o caso esclarecido e o, ou os criminosos, presos, mas a medida que o tempo passa a Justiça em Pernambuco tem dado menos esperanças que isso possa acontecer, para desespero dos familiares, que não desistem e buscam as mais diversas formas de chamar a atenção para o brutal crime. "enquanto vida ei tiver, lutarei", repete Lucinha Mota, a cada dia que passa".

No último dia 5 deste mês de dezembro a mãe iniciou mais um protesto, desta vez ainda mais radical: caminhar mais de 700 Km, de Petrolina a Recife, sede do Governo de Pernambuco, para pedir atenção a pelo menos duas reinvindicações: a federalização do caso, que passaria a ser investigado pela Polícia Federal e a permissão para que um grupo especializado de peritos americanos participe das investigações, que seguem em segredo de justiça.

Desde o dia 5, quando saiu de Petrolina, recebendo apoio de familiares, amigos, do grupo Somos Todos Beatriz e de um grupo de pessoas que a acompanharam nos primeiros Km da caminhada, Lucinha Mota vem recebendo emocionados gestos de solidariedade a cada povoado, distrito ou cidade onde passa.

Foi assim em Izacolândia, último distrito de Petrolina no percursos, na cidade de Lagoa Grande; Santa Maria da Boa Vista, quando completou os 100 Km percorridos; em Orocó e em Cabrobó, quando uma multidão caminhou com ela no dia em que marcou os seis anos do assassinato.

Neste sábado (11), em Belém do São Francisco, após 232 Km percorridos desde a saída, mais uma emocionante recepção: um grande corredor humano, com faixas e cartazes pedindo justiça e dando forças a Lucinha, ganhou proporção gigantesca em termos de emoção e muitas lágrimas de solidariedade.

Caminhando e agradecendo, às lágrimas, Lucinha mostrou muita força e recebeu da população de Belém do São Francisco, uma energia muito forte para seguir em frente, rumo ao Palácio das Princesas, sede do governo permanbucano.

Veja o vídeo:

Da redação redeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.