RedeGN - Imprimir Matéria

Pesquisa destaca aumento de mais de 2% no custo da cesta básica em Petrolina, e de quase 4% em Juazeiro

08 de Dec / 2021 às 16h00 | Variadas

O boletim da cesta básica do mês de novembro do Colegiado de Economia da Faculdade de Petrolina (Facape), divulgado hoje (8), mostra que o custo da cesta básica em Juazeiro de foi de R$ 460,41 e de R$ R$ 482,11 em Petrolina. Portanto, a cidade pernambucana ainda registra o maior custo para alimentos que são de uso básico na mesa do consumidor brasileiro.

Apesar disso, em comparação com o mês de outubro o aumento foi de 3,69% em Juazeiro, enquanto que em Petrolina o aumento foi de 2,01%. Considerando as informações das duas cidades agregadas, a inflação no período foi de 2,82%.

Segundo a Facape, todos os alimentos que compõe a cesta básica tem valores acumulativos positivos, ou seja, apresentaram aumento de preço nos últimos 12 meses, com destaque em alimentos como o tomate, café em pó, margarina, óleo de soja e açúcar.

"O clima desfavorável para uma maturação mais rápida fez cair a oferta do tomate, aumentando os preços. No caso do café, um dos fatores foi a crise hídrica que prejudicou a oferta nacional e os preços internacionais que estão elevados. O açúcar teve aumento de preço por causa da baixa oferta. O óleo de soja aumentou devido o crescimento dos preços internacionais da commodity. No caso da banana, a demanda estável com queda na oferta fez os preços aumentarem, explicou o coordenador da pesquisa, professor João Ricardo Lima.

Ainda segundo o pesquisador, as diferenças de preços entre estabelecimentos estão menores, e vale a pena pesquisar antes de comprar.

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.