RedeGN - Imprimir Matéria

TCU aprova resolução que impede FBC, líder do governo, de assumir vaga na Corte

02 de Dec / 2021 às 19h00 | Política

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou uma resolução que veta a nomeação à Corte de indicados que respondam a ação penal por crime doloso contra a administração pública ou ação de improbidade administrativa.

Na prática, a resolução impede que o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que é candidato à vaga do ministro Raimundo Carreiro, assuma o cargo de ministro da Corte. A resolução foi aprovada na quarta-feira (1º/12). Carreiro deixará o cargo para assumir como embaixador do Brasil em Portugal. 

“Não se dará posse ao nomeado que não atenda aos requisitos constitucionais da idoneidade moral e da reputação ilibada, a partir do enquadramento objetivo em qualquer das seguintes situações: ter recebida contra si ação penal por crime doloso contra a Administração Pública; ser réu em ação de improbidade administrativa que já tenha ultrapassado a fase processual da decisão; ter contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável, por decisão colegiada do órgão de controle externo competente e ter contra si sentença judicial ou acórdão de tribunal, com trânsito em julgado ou não."

Bezerra é réu em ação de improbidade administrativa no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Ainda disputam o pleito os senadores Antônio Anastasia (PSD-MG) e Kátia Abreu (PP-TO). Outra vaga se abrirá com a aposentadoria da presidente do TCU, Ana Arraes, no ano que vem, quando completará 75 anos.

Correio Braziliense / Foto: arquivo

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.