RedeGN - Imprimir Matéria

Votação de bônus regional para cursos de medicina da Univasf é adiada e medida só poderá ter validade em 2023

17 de Nov / 2021 às 16h00 | Variadas

A adoção do bônus regional para os cursos de medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) foi retirada da pauta da reunião do Conselho Universitário (Conuni), realizada nesta terça-feira (16). A justificativa dos conselheiros é que não houve tempo suficiente para a comunidade acadêmica se apropriar do relatório da comissão de bonificação.

O objetivo da proposta é possibilitar que mais pessoas da região tenham acesso aos cursos da Univasf. Se aprovado, o bônus regional vai adicionar uma pontuação extra na nota do Enem de estudantes locais. Agora, a previsão é que a pauta seja votada no dia 26 de novembro, quando acontece a próxima reunião do Conuni.

Porém, mesmo que seja aprovado, o bônus não será adotado para o próximo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), já que o prazo final apresentado pelo Ministério da Educação (MEC) encerra na sexta-feira (19). Ou seja, se for aprovada a bonificação,ela só terá validade a partir de 2023.

Bonificação

Uma comissão criada pelo Conselho Universitário (Conuni), formada por universitários, professores e a comunidade externa, elaborou um relatório, com dados sobre o perfil dos estudantes egressos da Univasf, ao longo dos 17 anos de implantação da Universidade.

O relatório aponta que, em Petrolina, 55% dos estudantes do curso de medicina são do Vale do São Francisco. No curso de medicina no campus de Paulo Afonso, na Bahia, 33 % dos alunos são da região. Diferente de medicina, os estudantes do Vale do São Francisco são maioria nos outros cursos oferecidos na Univasf, 90%.

*com informações do G1

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.