RedeGN - Imprimir Matéria

Ministro nega interferência política no Enem: 'Tem a cara do governo, sim, em seriedade'

16 de Nov / 2021 às 21h00 | Variadas

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, negou nesta terça-feira (16) as denúncias de interferência política na elaboração da prova do Enem.

Ribeiro atribuiu o pedido de demissão de 37 servidores do Inep a um "problema administrativo" que "não tem nada a ver" com o exame.

"A prova vai ter a cara do governo, sim, de seriedade e honestidade e de fazer as coisas com o máximo de competência possível", disse Ribeiro, em referência à declaração dada na segunda pelo presidente Jair Bolsonaro de que "as questões" do exame "começavam a ter a cara do seu governo".

Mais cedo, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que Bolsonaro "fez menção simplesmente à ideia dele" quando afirmou que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está começando a ter a "cara do governo".

Metro 1

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.