RedeGN - Imprimir Matéria

Dólar volta a subir nesta sexta-feira (22). Bolsa segue em queda reagindo à crise do teto de gastos e 'debandada' na Economia

22 de Oct / 2021 às 12h45 | Variadas

O mau humor do mercado está em alta no primeiro dia após a nova debandada da equipe econômica e a sinalização do governo de que as regras fiscais não serão respeitadas e, sim, burladas. Esse aumento da desconfiança no controle das contas públicas fez Bolsa de Valores de São Paulo (B3) abrir novamente no vermelho, com forte oscilação nos primeiros minutos de pregão; e o real perder valor frente ao dólar.

A divisa norte-americana dólar voltou a subir nesta sexta-feira (22/10), como reflexo dessa desconfiança no governo, e já supera o patamar de R$ 5,71.

Em menos de uma hora de pregão, o Índice Bovespa, principal indicador da B3, renovava novo piso em torno de 105 mil pontos, com queda acima de 2% enquanto o Centrão, que tradicionalmente não tem respeito ao controle das contas públicas e busca abocanhar o quanto pode do Orçamento, amplia os domínios sobre um governo cada vez mais enfraquecido.

Essa piora nos indicadores do mercado continua refletindo, em grande parte, a má repercussão do pedido de licença para gastar mais feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para estourar o teto de gastos — emenda constitucional que limita o aumento das despesas pela inflação — como forma de abrir espaço para um Auxílio Brasil prometido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de, “pelo menos”, R$ 400 deixou o mercado em polvorosa e o resquício de credibilidade que a equipe tinha foi-se embora junto com os quatro integrantes que anunciaram o pedido de demissão.

Correio Braziliense Foto Agencia Brasil

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.