RedeGN - Imprimir Matéria

Servidores da Maternidade de Juazeiro passam por treinamento de prevenção de acidentes com material biológico

29 de Sep / 2021 às 09h00 | Variadas

Nesta terça-feira (28), a Prefeitura de Juazeiro através da Secretaria de Saúde (Sesau),  realizou um treinamento em saúde do trabalhador para os auxiliares de serviços gerais da Maternidade Municipal.

A palestra foi ministrada pela gerente do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), órgão ligado à Sesau, Ana Cleide da Silva Dias.

A palestra abordou sobre acidentes biológicos, ou seja, a exposição a sangue ou secreções através da pele, das mucosas (olhos, boca e nariz) ou de lesão perfuro-cortante com agulhas, instrumento cirúrgico e vidros contendo secreções. Acidentes com material biológico podem ocorrer devido ao descarte inadequado de materiais em locais impróprios, provocando lesões perfuro-cortantes nos trabalhadores, e possivelmente contaminação com vírus, como os do HIV e os das Hepatites B e C, por exemplo.

"Enfatizamos a importância do trabalhador receber orientações sobre este tipo de acidente para o manejo clínico adequado, tendo em vista o grande potencial de risco de adoecimento que o trabalhador pode ser acometido com esse tipo de acidente, além de reforçar sobre a importância da vacinação para Hepatite B, utilização adequada de Equipamentos de Proteção Individual e notificação do acidente," explicou a coordenadora do CEREST, enfermeira Ana Cleide.

A auxiliar de serviços  gerais, Márcia Semírames, aprovou a iniciativa. "Tem muitas coisas que eu não conhecia. Através desse treinamento vamos melhorar os cuidados conosco e com as pessoas que vêm à maternidade," contou  a colaboradora.

Programação continua: A capacitação será continuada como parte do programa de humanização da  Secretaria de Saúde. Nesta quarta (29), será a vez dos trabalhadores da lavanderia hospitalar participarem da palestra.

"Uma equipe bem preparada,  bem informada,  ela melhora o atendimento à população. A maternidade de Juazeiro é referência para mais de 52 municípios, realizando mais de 400 partos por mês. Cada capacitação é importante para garantir um atendimento de qualidade. Para acolher bem é preciso primeiro acolhermos quem está aqui todos os dias, ou seja, cuidando e valorizando os nossos servidores,  para que eles se sintam importantes no processo de fazer saúde," ressaltou a diretora geral da maternidade, Érica Góes.

 

 

Ascom PMJ

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.