RedeGN - Imprimir Matéria

Vereador Gildásio Soares justifica decisão de deixar bloco parlamentar da Câmara de Juazeiro: "Minha voz não está sendo reconhecida"

15 de Sep / 2021 às 17h00 | Política

Gildásio Soares (PRTB), um dos sete vereadores ligados à base do governo da prefeita Suzana Ramos (PSDB) que apresentaram requerimentos solicitando suas respectivas saídas dos blocos parlamentares durante sessão na Câmara Municipal desta terça-feira (14), enviou uma nota sobre o assunto, que ganhou forte repercussão nas redes sociais.

"Pedi minha saída do Bloco por questões de alinhamento, aonde minha voz não estava sendo reconhecida como o único e legítimo representante eleito pelo povo de Maniçoba", disse Gildásio, que complementou: "A MINHA ATITUDE DE SAIR DO BLOCO É SÓ POR ESSE MOTIVO DE MINHA VOZ NÃO ESTÁ SENDO RECONHECIDA, porque não fui eleito pra virar chacota que o vereador eleito de ManicobA não tem moral, quem tem moral são os suplentes e lideranças, e repito mais uma vez, sou vereador da base e do governo, até quando a prefeita quiser a minha permanência", disse [leia na íntegra abaixo].

Blocos parlamentares

A dissolução dos blocos gerou um grande debate, e a sessão precisou ser temporariamente suspensa pelo presidente da mesa diretora, Berg da Carnaíba (PDT). Ao site AP, o parlamentar disse respeitar a decisão dos vereadores, mas reiterou que acredita ser "questão de momento". 

"Isso é normal na política. Cada vereador tem a sua liberdade de escolha, e seu pensamento é respeitado. Cada um é responsável por sua decisão. Nós estamos aqui para conversar e  debater tudo aquilo que é do interesse do povo respeitando o desejo e sentimento de cada um. Acredito que a decisão tomada pelos vereadores seja questão de momento. Existe o calor da emoção onde pessoas tomam decisões e depois voltem atrás. Isto é normal no ser humano, e já aconteceu com algumas pessoas, e na política isso não é diferente”, comentou à publicação.

De acordo o Regimento Interno da Casa, caso a decisão dos vereadores seja mantida, os blocos só poderão ser formados no ano seguinte. “Os pedidos serão analisados, e caso os vereadores continuem com o mesmo posicionamento, isso com certeza poderá acontecer”, complementou o presidente da Casa Legislativa.

Em contato com a Redação RedeGN, os vereadores Gildásio e Mundeco (Raimundo Trindade) negaram que estejam rompendo com a base do governo da prefeita.

Nota de Gildásio na íntegra

Estou enviando essa nota pra resumir um pouco a situação que está acontecendo. Vou falar por mim e não pelos demais vereadores, eu pedi minha saída do Bloco por questões de alinhamento, aonde minha voz não estava sendo reconhecida como o único e legítimo representante eleito pelo povo de Manicoba, eu sou o único vereador eleito nessa legislatura com o voto local, tive 2019 votos. só em maniçoba obtive 1.800 votos, sou vereador do maior Distrito em eleitores e população.

A única coisa que pedi sempre ao governo foi o meu reconhecimento como vereador da minha base, e não quase tudo que chega em maniçoba como, limpeza, troca de lâmpadas, reforma de postos de saúde, manutenção de estradas, eu como vereador não tenho o reconhecimento do governo, mesmo assim eu tendo todos o requerimentos e indicações e ofícios protocolados e lidos nos expedientes.

A MINHA ATITUDE DE SAIR DO BLOCO É SÓ POR ESSE MOTIVO DE MINHA VOZ NÃO ESTÁ SENDO RECONHECIDA, porque não fui eleito pra virar chacota que o vereador eleito de ManicobA não tem moral, quem tem moral são os suplentes e lideranças, e repito mais uma vez, sou vereador da base e do governo, até quando a prefeita quiser a minha permanência.

Vereador Gildasio Soares

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.