RedeGN - Imprimir Matéria

Pais questionam valor do Vale Alimentação Estudantil da prefeitura de Juazeiro e cobram pagamento de retroativos

10 de Sep / 2021 às 17h30 | Espaço do Leitor

Alguns pais estão insatisfeitos com o Programa Vale Alimentação Estudantil Municipal (PVAEM) da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc) de Juazeiro. O cartão do benefício começou a ser entregue neste mês de setembro pela gestão, mas o valor, bem como a demora do repasse, vem gerando insatisfação de alguns pais e responsáveis.

Criado pela Lei Municipal 3.017/2021, o PVAEM é um benefício emergencial complementar, em decorrência da pandemia da Covid-19, destinado aos estudantes matriculados na rede municipal de Juazeiro, e que disponibiliza créditos de R$ 50,00 em cartões, pagos com recursos próprios do município para compra exclusiva de alimentos. Valor, que, para alguns pais, é insuficiente, ainda mais se tratando de famílias que têm a partir de três crianças, onde apenas duas serão contempladas.

"Nós pais estamos muito revoltados com o valor. Estão dando R$ 50 reais por aluno, sendo que se em uma família tiver três ou quatro crianças, só duas irão receber", criticou Daniela Nascimento. Alguns pais estão reunidos em um grupo no WhatsApp, onde discutem o pagamento do benefício. Uma das principais reivindicações é que o pagamento seja destinado a todas as crianças da mesma família, independente do número, e que não seja limitado 0 pagamento a apenas dois alunos.

"Já tem oito meses que as aulas começaram, mesmo que em casa, online. E só agora ela [a prefeita Suzana Ramos] vem dá um cartão, no valor de R$ 50 reais?!", questiona a mãe. No grupo, as mães também reivindicam o pagamento do retroativo do ano letivo de 2021.

Em resposta, a Seduc de Juazeiro confirmou que o benefício é de R$ 50 por aluno, e que, inicialmente, conforme previsto na Lei Municipal 3.017/2021, serão pagas duas parcelas, sendo que a primeira já foi depositada. "Para que esse benefício fosse disponibilizado foram seguidos uma série de trâmites legais, e tudo ocorreu dentro do tempo necessário para finalização desses trâmites", finaliza a nota.

A entrega dos cartões do aos gestores foi iniciada no dia 2 de setembro. Cada escola definirá a sua estratégia para distribuição dos cartões aos alunos, conforme as orientações sanitárias e burocráticas da Seduc. O responsável pelo aluno deve comparecer à escola somente após o contato da gestão escolar com a família. Quase 37 mil alunos são contemplados pelo programa, segundo a pasta.

Da Redação RedeGN

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.