RedeGN - Imprimir Matéria

Em Goiânia, Bolsonaro ameaça não reconhecer resultado da eleição em 2022: "Só Deus me tira daqui"

28 de Aug / 2021 às 18h28 | Política

Em discurso neste sábado, durante visita a Goiás, o Presidente Jair Bolsonaro, ameaçou mais uma vez não reconhecer a derrota na eleição de 2022, caso ela aconteça.

A declaração foi feita durante a participação no 1° Encontro Fraternal de Líderes Evangélicos de Goiás, ganhando repercussão imediata.

Sem máscara o presidente disse que tem três alterativas para o futuro, descartando qualquer possibilidade de reconhecer um resultado que não seja a vitória no pleito do ano que vem: "Eu tenho três alternativas para o meu futuro: estar preso, estar morto ou a vitória. Pode ter certeza que a primeira alternativa não existe. Estou fazendo a coisa certa e não devo nada a ninguém. Sempre onde o povo esteve, eu estive", disse.

Num discurso inflamado Jair Bolsonaro chegou a dizer que só Deus tira ele do cargo: "Deus me colocou aqui, e somente Deus me tira daqui", sentenciou.

A declaração de Bolsonaro coloca mais fervura na crise instalada nos últimos dias, envolvendo o executivo, o legislativo e o judiciário. No início da semana Bolsonaro encaminhou um pedido de impeachment contra o Ministro do STF, Alexandre de Moraes, rejeitado pelo Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Antes disso, na Câmara dos Deputados, uma proposta que defendia o voto impresso nas eleições de 2022 foi derrotada, mas não foi suficiente para Bolsonaro abandonar o discurso de suspeição do processo eleitoral.

Da redação redeGN/Foto reprodução Facebook

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.