RedeGN - Imprimir Matéria

Funcionários apelam à prefeita de Juazeiro por repasses para atualizar salários na Promatre; Vejam os vídeos. Direção da Promatre se manifesta

23 de Feb / 2021 às 19h00 | Variadas

Funcionários do Hospital Promatre em Juazeiro (BA) utilizaram uma estratégia diferente na tarde desta terça-feira (23) para tentar receber o salários que estão atrasados desde o mês de novembro de 2020.

Vários deles gravaram vídeos endereçados à prefeita Suzana Ramos (PSDB), que está em Brasília, com a finalidade de sensibilizar a gestora a promover o repasse a que a unidade hospitalar tem direito e assim garantir o salário da categoria.

Numa das ligações uma técnica de enfermagem declarou "que é desumano uma situação destas com profissionais que trabalham na linha de frente nesta guerra contra a Covid-19. Além de não receber não temos explicações", disse solicitando para o nome não ter o nome revelado.

Em uma das notas enviadas à imprensa a Secretaria de Saúde Juazeiro esclareceu que "a prefeitura recebeu somente em janeiro as notas fiscais de serviço da Promatre, referentes ao mês de novembro de 2020. O valor de R$ 475.796,63 foi pago na sexta-feira (22/01), depois da revisão de contrato e dentro do processo de transição de governo". De acordo com a Secretaria de Saúde o atraso do salário é uma "questão da gestão do Hospital Promatre".

"A diretoria financeira da Secretaria de Saúde do município recebeu as notas fiscais de serviço referentes ao mês de dezembro de 2020 na terça (26/01), e entrarão na programação de pagamento aos fornecedores da Prefeitura de Juazeiro. Outra nota fiscal da ProMatre foi paga no valor de 260.000,00 no dia 28 de janeiro. O valor que falta pagar é R$ 219.849,69”.

No mês passado, janeiro de 2021, um funcionário da Promatre que pediu sigilo do seu nome também denunciou atraso de salários.

“Sou funcionário do Hospital Promatre aqui em Juazeiro e gostaria de fazer uma denúncia sobre atraso de salários e corte nos salários anteriores. Muitos funcionários estão passando necessidades. Gostaria do seu espaço para falar em nome dos funcionários. Gostaria de não me identificar para não sofrer repressão por parte da diretoria” expressou o funcionário”.

A redação encaminhou a denúncia para o diretor da unidade hospitalar Pedro Filho que respondeu: “Temos até o quinto dia útil para pagar o mês de dezembro, portanto, não estamos atrasados. Pagamos muito antecipadamente o décimo terceiro, em setembro a primeira parcela e a segunda parcela em novembro. Ninguém fez isto. Houve mudança de governo e o governo federal ainda não repassou a produtividade de novembro e é com ela que repassaremos o salário. Estamos aguardando e você sabe que sempre que muda governo até os novos gestores se habilitarem na rede bancária e receberem temos todos que esperar. Temos até o quinto dia útil para pagar, portanto ainda não há atraso” explicou à época.

A RedeGN encaminhou a denúncia a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Saúde que ainda não se manifestou.

A direção da promatre explicou:

A Promatre está sendo massacrada nas redes sociais e o mínimo que espero da atual gestão da Sesau é dignidade, explicando a verdade.
Do jeito que está não pode continuar.

Quero esclarecer que só podemos emitir as notas quando a Secretaria da Saúde solicita.

Entregamos as Nptas Fiscais em 08/01/21  devidamente protocoladas, referentes à produtividade de AIHs de novembro que é variável e que sempre são solicitadas no Último dia útil do mês seguinte, que caiu em 31/12 e não houve expediente na Secretaria de Saúde.

Também em 08/01/21 entregamos por solicitação da Secretaria as notas fiscais de valores fixos; Contrato de Urgência e Emergência no valor de $260000,00 Serviços prestados orla UPA, $304.000,00; e os valores de verbas carimbadas do Ministério da Saúde, I A C (incentivo adesão à contratualização); valor fixo de UTI e de PROSUS.

Encaminhei acima as notas fiscais devidamente protocoladas em 08/01/21. Portanto, você pode comprovar que não é verdade que só teríamos entregue em 26/91 as notas fiscais. 

O total das notas emitidas é de mais de $1425.000,00.

Em 01/02/22 por solicitação da Secretaria de remitimos e protocolamos notas fiscais referentes à produtividade variável de Dezembro é as dos referidos valores fixos de Janeiro/2021 , totalizando $1.485.000,00.

Encaminhei também os valores repassamos à Promatre.

Tenho convicção que após vc conferir as datas e valores que vc corrigirá o equívoco, com a mesma convicção que tenho que a Prefeita está empenhada em resolver estes equívocos e em quitar o débito, pois ela nos garantiu que além de manter os atuais serviços e pagar em dia melhoraria as condições de trabalho da Promatre que nas últimas três gestões foi massacrada com atrasos e corte de serviços como vc bem sabe.

Abraço,

Pedro Filho

Confira os vídeos:

Da redação

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.