RedeGN - Imprimir Matéria

Estudantes elogiam modelo digital do Enem

08 de Feb / 2021 às 15h30 | Variadas

Após o fim da aplicação do primeiro Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital, estudantes elogiaram o novo modelo de prova. Segundo os entrevistados pela Agência Brasil, uma das vantagens é não precisar marcar as respostas em um cartão no final da aplicação. Estudantes relatam também que salas estavam mais vazias hoje (7) do que no primeiro dia de prova, no dia 31.

“Uma coisa que eu gostei bastante foi a segurança de não errar o preenchimento do cartão de resposta. Achei muito boa a experiência de fazer a prova no computador. Me senti mais organizada”, disse a estudante Anna Marya Freitas, 18 anos, que fez a prova no Rio de Janeiro. As marcações das respostas eram feitas na própria tela. A estudante, que pretende cursar direito ou pedagogia, disse, no entanto, que sentiu mais dificuldade neste segundo dia de aplicação. “Estou cansada demais”.

O técnico em informática Franklyn Pinheiro, 28 anos, também aprovou o modelo digital. “Comparando o papel com o digital, eu prefiro o digital porque o papel é muito demorado. Tem que preencher os campos e ainda tem que pintar. Ficou melhor agora, não demora muito, e os campos são preenchidos automaticamente”, disse. Ele pretende usar o Enem para fazer agora um curso superior de ciências da computação.

Este foi o primeiro ano que o Enem foi aplicado no modelo digital, para um número reduzido de alunos. Ao todo, 93 mil candidatos estavam inscritos para fazer as provas. A aplicação seguiu o mesmo modelo da prova impressa. Apesar de ser digital, era preciso ir até o local de prova e os participantes tiveram o mesmo tempo para resolver as questões. No último domingo, foram aplicadas as provas de linguagens, ciências humanas e redação. Hoje, os candidatos fizeram as provas de matemática e ciências da natureza.

Agência Brasil

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.