RedeGN - Imprimir Matéria

Fazendeiros e funcionários são detidos por furto de energia em Campo Formoso

18 de Jun / 2020 às 06h30 | Variadas

Quatro pessoas foram conduzidas à delegacia de Senhor do Bonfim para prestar depoimento após uma operação de combate ao furto de energia elétrica que encontrou diversas irregularidades no povoado de Pacuí, em Campo Formoso. 

Os policiais civis e técnicos da Coelba descobriram que um dos detidos utilizava a rede de energia para alimentar clandestinamente suas três propriedades: uma fazenda produtora de cebola e tomate, um posto de gasolina e uma pousada.

Outras três fazendas foram autuadas pelas mesmas irregularidades. Um dos proprietários e dois funcionários também foram detidos. 

Ao todo, 3.200 metros de cabo, seis transformadores e um medidor irregular, interligados de forma clandestina na rede elétrica foram retirados pelos técnicos da Coelba. A energia recuperada daria para abastecer 13.000 residências por pelo menos um mês.

A pena por furto de energia pode chegar a oito anos de reclusão. Esse tipo de crime pode causar sérios acidentes à população. Além disso, a energia desviada é paga por outros consumidores por meio do repasse na tarifa de energia, o que é permitido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). 

Para denunciar fraudes e furtos, basta telefonar para o 116 ou acessar o site www.coelba.com.br. É possível realizar todo o processo anonimamente.

Fonte: BNews

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.