RedeGN - Imprimir Matéria

Reitoria altera prazo do período de suspensão das atividades presenciais na Univasf

03 de May / 2020 às 13h00 | Coronavírus

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) fixou até 15 de maio próximo a medida de distanciamento social que vem sendo adotada, desde março passado, em todos os campi da instituição.

A decisão alcança setores e órgãos internos, exceto serviços essenciais, e tem por base parecer (Nota Técnica 01/2020) da comissão interna Covid-19, instituída pelo reitor pro tempore Paulo César Fagundes.

De acordo com o documento encaminhado ontem (29) à Reitoria, pela Comissão de Elaboração, Acompanhamento e Monitoramento de Ações de Prevenção do Coronavírus (Covid-19) da Univasf, as recomendações fundamentam-se em atos das secretarias de saúde de estados e municípios da região onde a Univasf possui campus e no reconhecimento do princípio da autonomia dos governos estaduais e municipais para adoção de políticas e estratégias de combate à pandemia, em virtude da situação de emergência sanitária de saúde pública no país.

Mesmo com a suspensão das atividades acadêmicas e administrativas presenciais, a maior parte dos serviços da Univasf permanecem ativos, sendo executados na modalidade de trabalho remoto, situação que além de alterar alguns trâmites da rotina institucional tem demandado novos procedimentos e equipes de trabalho voltadas às ações de combate à Covid-19, a abertura de ambientes virtuais para atendimento à comunidade interna e externa, e a institucionalização de um conjunto de medidas de enfrentamento à pandemia, em articulação com outros órgãos e instituições da região.

O desenvolvimento de projetos em diferentes áreas tem mobilizado docentes, estudantes e técnicos para atender a atual demanda de insumos, equipamentos e pesquisas, ações de promoção à saúde, entre as quais o projeto de atenção à saúde mental Ceppsi Acolhe, que disponibiliza atendimento psicológico online, em sistema de plantão, ofertado gratuitamente pelo Centro de Estudos e Práticas em Psicologia (Ceppsi-Unvasf). Outras iniciativas englobam atividades de capacitação realizadas em salas virtuais para os municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

Outras equipes têm se dedicado ao levantamento de dados epidemiológicos referentes à Covid-19 no Vale do São Francisco; promoção de estudos direcionados ao diagnostico molecular do coronavírus; produção de álcool em gel para distribuição nas unidades de saúde do Vale do São Francisco; produção de protetores contra aerossol para distribuição na rede pública local; Equipamentos de Proteção Individual (EPIs); respiradores (ventiladores mecânicos), disponibilização de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) pelos equipamentos de saúde da Univasf, Hospital Universitário (HU) e Policlínica, além de estudos de reestruturação física visando à ampliação da infraestrutura já existente.

Soma-se a estas medidas, a iniciativa de antecipar a formatura de estudantes de Medicina, com base na Portaria MEC 383/2020 que autoriza as universidades a respectiva outorga. Com a flexibilização das normas para a formatura antecipada, 55 estudantes da Univasf colaram grau neste mês, 32 do campus de Petrolina (PE) e 23 de Paulo Afonso (BA). A perspectiva, conforme a Pró-reitoria de Ensino (Proen) é que os egressos possam atuar, de imediato, na rede de saúde e suprir a carência de profissionais de unidades médicas e hospitais da região para atender à atual demanda em decorrência da pandemia.

Ascom Univasf

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.