RedeGN - Imprimir Matéria

Dia 1 de maio: luta pelos direitos dos trabalhadores da música

01 de May / 2020 às 21h00 | Variadas

O mundo está vivendo a pandemia causada pelo coronavírus e todo o país está unido na mesma luta... ou quase. Porque enquanto a população está cumprindo a quarentena em suas casas, alguns políticos aproveitam para legislar para poucos, buscando medidas provisórias que trarão mais prejuízos do que benefícios ao nosso povo.

Enquanto colocamos nossas máscaras, eles atuam em Brasília para não pagarem direitos autorais, previstos em leis internacionais. Direitos esses que pagam os salários de toda uma cadeia produtiva. Enquanto citam artistas famosos, esquecem dos compositores que criaram as cantigas de ninar seus filhos, as músicas que entoam em suas igrejas e templos e aquelas que marcaram os principais momentos da sua vida.

Hoje é Dia do Trabalho e não posso deixar de respondê-los.

Os nossos músicos são trabalhadores. E trabalham muito! Sabiam que a Música é a carreira que possui mais requisitos para o ingresso em universidade? A música não brota do chão. É preciso muita pesquisa e dedicação para compor. Entender de ritmo, melodia, tempo, afinação...

Não à toa, as lives com apresentações musicais têm sido o grande sucesso desse período de isolamento social. A música acalma, alivia, diverte e nos ajuda a passar por tudo isso de maneira mais leve. Mais do que sentimento, a música também é sobrevivência.

Os nossos profissionais da música lutam para sobreviver da arte, tão desvalorizada no nosso país. Trabalham de forma honesta para colocar comida na mesa, como o justo trabalho de muitos. E nesse dia, não poderíamos ter outra atitude que não a de demonstrar nosso total apoio nesse momento difícil e homenagear esses profissionais tão importantes para a nossa alegria, e porque não, para nossa vida.

Nesse primeiro de maio, nossos parabéns a todos os músicos desse país!

Isabel Amorim, superintendente executiva do Ecad

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.