RedeGN - Imprimir Matéria

Funcionários da Coelba decidem entrar em greve a partir de segunda

17 de Dec / 2010 às 22h10 | Política

Os funcionários da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira, 20. A categoria se reuniu em assembleia, na sede da empresa, no bairro de Narandiba em Salvador, onde deliberaram pela paralisação das atividades na capital e no interior do Estado. De acordo com o presidente do Sindicato dos Eletricitários da Bahia (Sinergia), José Barreto, a votação na assembleia, que terminou por volta de 12h desta sexta-feira, 17, decidiu por unanimidade iniciar a grave. "Ninguém aceitou a proposta da empresa e, por isso, decidimos paralisar as atividades. Todos os dias, às 16h, iremos avaliar novas propostas, mas seguimos parados por tempo indeterminado", afirmou.

De acordo com a coordenadora do Sinergia, Cristina Brito, os trabalhadores reivindicam Plano de Saúde, Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS), estabilidade pré-aposentadoria e o fortalecimento das Fundações. "Nós estamos insatisfeitos com o resultado das negociações. A Coelba afirma que está avançando nas questões econômicas, mas não é verdade", reclama. Ainda segundo a sindicalista, a resistência em atender as reivindicações dos trabalhadores não se justifica, uma vez que todos os indicadores da empresa são positivos. "Para se ter uma ideia, até setembro deste ano, a Coelba já tinha acumulado um lucro líquido de R$ 678,7 milhões, o que representa um crescimento de 22,20% em relação ao resultado do mesmo período do ano passado, quando a Companhia lucrou R$ 555,4 milhões. No terceiro trimestre de 2010, o lucro líquido apurado foi de R$ 269,5 milhões, 30,86% superior ao resultado do mesmo período de 2009", destaca.

Em nota divulgada pela assessoria de comunicação para a imprensa, a Coelba afirma que foram iniciadas no dia 14 de outubro as negociações com o sindicato, visando à celebração do Acordo Coletivo de Trabalho 2010/2011. "Até o momento, já foram realizadas 09 reuniões tendo sido fechadas 35 cláusulas. Na última reunião realizada dia 8 de dezembro, a empresa reafirmou a proposta de reajuste salarial de 6,0% (INPC = 5,39% + 0,61% ganho real) para todos os empregados e Ticket Refeição no valor de R$ 17,39, o que representa um aumento de 6%. Também foi oferecido pela Coelba um ticket extra no valor de R$ 190,00 e abono no valor de R$ 1.120,00". A empresa afirma ainda que "os empregados da Coelba dispõem de uma série de benefícios, garantidos em Acordo Coletivo". Quanto à prestação dos serviços, a Coelba afirma que "os serviços da empresa estarão funcionando, inclusive as agências de atendimento". 

Com informações do Jornal A Tarde

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.