RedeGN - Imprimir Matéria

Ciro diz que manifesto de Bolsonaro é mentiroso e volta a compará-lo com Hitler

24 de Sep / 2018 às 14h46 | Política

O candidato do PDT à Presidência nas eleições 2018, Ciro Gomes, disse nesta segunda-feira, 24, que o manifesto preparado pela campanha de Jair Bolsonaro (PSL) para suavizar sua imagem radical de direita é mentiroso, e voltou a compará-lo a Adolf Hitler.

O candidato (Bolsonaro) tem declarações óbvias segregando mulheres, LGBTIs, negros. Um vice que diz que é profissional da violência. (O manifesto) é tudo mentira. É a mentira do Hitler". Em discurso rápido depois da responder a jornalistas, Ciro afirmou que Bolsonaro, como deputado federal fluminense, "nunca fez nada pelo Rio".

Sobre as pesquisas de intenção de voto que o colocam em terceiro lugar, depois de Bolsonaro e de Fernando Haddad (PT), com tendência de queda, declarou: "Sou o único candidato desses que têm competitividade capaz de proteger o Brasil dessa confrontação odienta do antipetismo e do petismo religioso. Essas eleições não são normais, o Brasil está dançando à beira do abismo. As mulheres brasileiras vão salvar mais uma vez a pátria".

Ciro respondeu a perguntas sobre a CPMF - disse que "não é um bom tributo" - e segurança pública, ao defender a construção de mais presídios federais. Ele teve agenda em Madureira, na zona norte do Rio.

"Quando Hitler viu o erro do golpe que tentou, ele saiu da cadeia, escreveu um livro e aceitou, na retórica, o parlamento", disse Ciro, em frente à quadra da escola de samba Império Serrano, numa área de comércio popular, em uma das suas agendas de campanha nas eleições 2018.

Estadão Foto: Agencia Brasil

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.