RedeGN - Imprimir Matéria

Motoristas usando celular aumentam perigo para bicicletas e motos

19 de Sep / 2018 às 07h30 | Variadas

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros, Pedro Aihara a maior parte dos acidentes de trânsito está relacionada à desobediência ou inobservância de regras de tráfego. E o celular vem se apresentando como um vilão cada vez mais frequente nessa situação, usado por motoristas para conversas telefônicas, mensagens de texto e até fotos e postagens em redes sociais. 

“Tem aumentado o número de ocorrências provocadas pelo celular e pelo uso de aplicativos. A pessoa acha que vai responder à mensagem em um segundo, que vai só mandar um áudio.... Mas é neste momento que ela tira os olhos do volante e que acabam acontecendo. É quando um simples “oi” pelo smartphone pode tirar uma vida. Cenas como essa se repetem no trânsito de grande cidade com uma frequência cada vez mais preocupante.

O balanço das infrações relacionadas ao aparelho inclui dirigir segurando o telefone celular, manuseando o smartphone e usando o celular. A legislação mudou para tentar acompanhar a tendência: em 2016, houve aumento de 244% no valor da multa para quem usa o telefone enquanto dirige – punição que saltou de R$ 85,13 para R$ 293,47. 

A atitude passou a ser enquadrada como infração gravíssima, a mais alta escala entre todas as condutas passíveis de punição financeira pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “Temos que nos lembrar de que ninguém sai de casa achando que vai se envolver em um acidente. É algo de um segundo de dispersão para tirar a vida de uma pessoa”, concluiu Pedro Aihara.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2021. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.