RedeGN - Imprimir Matéria

Obra do Parque Fluvial segue em ritmo acelerado e chega ao bairro Angary

08 de Apr / 2018 às 10h00 | Variadas

A obra do Parque Fluvial na orla de Juazeiro segue em ritmo acelerado dentro do cronograma da intervenção e já chega no trecho do bairro Angary. A obra tem recursos na ordem de R$ 3,5 milhões para urbanização e requalificação da Orla e revitalização do Rio São Francisco, do trecho compreendido entre a Marinha e o Angary.

O engenheiro da SEDUR, Hemerson Cardoso, destaca a retirada da vegetação e da embarcação que prejudica o meio ambiente. “Tivemos que tirar a embarcação porque precisamos dar acesso à população na faixa de cooper e assim ter uma orla mais limpa. A vegetação que estamos tirando são ervas daninhas e árvores exóticas que serão substituídas por arvores nativas no intuito de preservar a margem e a vegetação regional. Tudo isso faz parte da proposta da obra do Parque Fluvial e queremos proporcionar uma orla limpa que  possamos instalar os equipamentos da academia da saúde e brinquedos infantis num ambiente de lazer e esporte aos juazeirenses”, disse.  

O Secretário de Obras Anderson Alves que tem acompanhado o andamento da obra ressaltou a importância da obra para o município. “O objetivo da gestão municipal é proporcionar uma nova orla que os juazeirenses possam praticar esportes, assim como o lazer promovendo o bem estar e a saúde da nossa população.  Estamos felizes em ver essa obra sendo executada de maneira ágil e em breve estaremos entregando”, disse o titular da pasta.

Parque Fluvial – O Parque Fluvial é uma iniciativa da Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal.

A intervenção prevê a implantação de academias da saúde, parques infantis, pista de Cooper e ciclofaixas em toda a extensão do parque, recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia, estruturação e ordenamento do mirante e criação de um atracadouro náutico, reaproveitamento da cobertura do espaço onde estão localizados os bares do M para a criação de um terminal hidroviário. As barracas que hoje ficam próximas à Marinha, serão retiradas da margem do rio por questões ambientais e ordenadas e padronizadas na área da calçada.

Em relação a dúvidas e esclarecimentos sobre a obra a população deve se dirigir a SEDUR, que está localizada no Núcleo Administrativo, no Distrito Industrial (antigo prédio da Picadilly, ou através dos telefones (74) 3612-5429/5487

Daniela Duarte/SEDUR

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.