RedeGN - UM QUARTO DOS REELEITOS TEM PROCESSOS NO STF

UM QUARTO DOS REELEITOS TEM PROCESSOS NO STF

Dos 320 parlamentares federais que conseguiram se reeleger, 76 respondem processos no Supremo Tribunal Federal (STF). Juntos, eles acumulam 167 pendências judiciais. De acordo com levantamento do Congresso em Foco, há 120 inquéritos (investigações preliminares) e 47 ações penais (denúncias aceitas pelos ministros que podem resultar em condenação) contra 71 deputados e cinco senadores vitoriosos no último dia 3. O número de reeleitos enrolados pode ser ainda maior: outros cinco processados na corte vivem a expectativa de assumir novo mandato caso o STF decida que a Lei da Ficha Limpa só valerá a partir das próximas eleições. As acusações contra os congressistas são, geralmente, por crimes eleitorais, que se repetem 26 vezes. A seguir, vêm os crimes de peculato (apropriação, por funcionário público, de bem ou valor de que tem a posse em razão do cargo), com 21 casos, e os chamados crimes de responsabilidade, com 20 ocorrências. Os crimes contra a Lei de Licitações e contra a ordem tributária, como sonegação de impostos, somam 17 processos cada.

BN