RedeGN - Técnicos do Ministério da Agricultura estarão em Pernambuco para definir situação da aftosa

Técnicos do Ministério da Agricultura estarão em Pernambuco para definir situação da aftosa

Até o final deste mês, técnicos do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) chegam a Pernambuco para orientar equipe da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Penambuco – Adagro para iniciar a coleta de amostras de sangue de animais em propriedades rurais. O resultado da sorologia, a ser anunciado em dezembro, deixa o estado a um passo para ser reconhecido como área livre de aftosa com vacinação, abrindo o mercado externo para a pecuária local que tem mais de 2 milhões de cabeças de gado - bovino e bubalinos. 

A notícia foi confirmada ao secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, pelo ministro da Agricultura, Antônio Serrano, em audiência em Brasília.  “Estamos há quatro anos com índices de vacinação superiores a 93%. O Governo do Estado investiu mais de R$ 16 milhões para erradicar a doença”, destaca Ranilson Ramos, acrescentando que as ações de combate à aftosa é uma prioridade do Programa de Defesa Animal , desenvolvido pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Penambuco – Adagro. 

A febre aftosa é uma doença viral contagiosa que afeta bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos, suínos e outros animais que possuem cascos fendidos. A preocupação em torno da doença se deve aos prejuízos econômicos, já que a disseminação ocorre de forma muito rápida, sendo a propriedade, onde a doença é detectada, interditada, sendo proibida a venda de carne e seus derivados.