RedeGN - Presidente Dilma propõe a governadores pacto para reduzir taxa de homicídios

Presidente Dilma propõe a governadores pacto para reduzir taxa de homicídios

A presidente Dilma Rousseff disse aos governadores brasileiros, em reunião nesta quinta-feira (30), no Palácio da Alvorada, que a saída em momentos de crise como o atual é fazer mais com os recursos existentes, tornando-os mais eficientes. Nesse sentido, ela propôs um pacto nacional pela redução dos homicídios no país. Segundo a presidente, essa proposta tem origem no fato de o Brasil ser hoje a nação com maior número absoluto de homicídios. “A taxa nacional de homicídios é 23,32 homicídios por 100 mil habitantes, quando o número aceitável, segundo padrões internacionais, é até 10 por 100 mil habitantes. Por isso, propomos aqui nossa cooperação federativa, concentrando esforços – União, estados, municípios e integrando o Judiciário – para enfrentarmos o problema”, conclamou. Dilma explicou que a proposta é que este pacto seja baseada em políticas sociais focadas prioritariamente nos territórios vulneráveis em todas as 27 unidades da Federação.

Assim, acredita, o Brasil poderá obter uma redução média significativa entre 2015 e 2018. Ela defendeu ainda a cooperação na redução do déficit carcerário e reintegração social do preso, principalmente por meio do novo programa Pronatec Aprendiz. Para Dilma, essa é uma alternativa para, em vez de levar os adolescentes à prisão, como propõem os defensores da redução da maioridade penal, ‘levá-lo para o caminho da ética, do trabalho e do aprendizado”.

Asscom